Rondônia - 19 de julho de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Tempo de Amar: Lucerne chantageia Teodoro e ameaça mandá-lo para cadeia

Tempo de Amar: Lucerne chantageia Teodoro e ameaça mandá-lo para cadeia

Lucerne em Tempo de Amar (Foto: Reprodução)Lucerne em Tempo de Amar (Foto: Reprodução)

Lucerne (Regina Duarte) arrancará uma grana preta de Teodoro (Henri Castelli) e conseguirá reformar o bordel. A mulher pressionará Felícia (Amanda de Godoi) e saberá a armação do deputado para derrubar o Conselheiro (Werner Schünemann) em Tempo de Amar.

a dona da Maison Dorée perceberá que sua funcionária ajudou o político em alguma falcatrua, ao perceber os presentes caros que ela recebe. “Você quer ir morar com suas irmãs naquele cortiço molambento?”, falará. “Não, Madame! Por favor, deixe-me ficar aqui”, implorará a garota de programa.

+ Clara define sua segunda vingança neste sábado (13) em O Outro Lado do Paraíso

“Claro que eu deixo. Se você colaborar, contando-me que informação tão valiosa foi essa que passou ao deputado”, dirá Lucerne. “Conte-me tudo ou você vai para a rua da amargura! E eu duvido que o deputado olhará para você quando estiver por aí, vendendo mariolas no bonde!”, falará.

Felícia, então, contará que ouviu uma conversa de Vicente (Bruno Ferrari) sobre uma doação do Conselheiro para o grêmio, e que Teodoro usou a informação contra o rival. “O deputado queria acabar com o tal Conselheiro. Só não sei como”, explicará a moça. Informações do Daniel Castro.

“Está nos jornais, Bijou. O Conselheiro chegou a ser preso por conta dessa tramoia, e agora eu entendo por quê. Teodoro não me escapa!”, falará a cafetina, satisfeita, antes de partir para a casa do político.

“Como ousa pôr os pés em minha casa, Lucerne?”, indagará o deputado, irritado. “Da mesma maneira que você põe os pés na minha”, rebaterá ela. “Aquele lugar já foi bom. Está cada vez mais decadente”, falará ele.

“Por isso mesmo vim conversar com meu amigo. Sempre nos demos bem, apesar de alguns percalços. Preciso de dinheiro para reformar a Maison. Só assim ela voltará a ser o lugar que o deputado tanto apreciava”, falará Lucerne.

“Você veio pedir dinheiro para mim?”, perguntará o vilão, com ironia. “Eu vim exigir. Porque, se eu abrir a boca para contar o que sei, dessa vez quem irá preso será você!”, ameaçará. Teodoro tentará negar que tenha feito isso, mas a dona do bordel não acreditará.

“O que você fez foi muito grave. Você pode não gostar do Conselheiro, mas ele é um homem importante e muito bem quisto. Se as autoridades descobrem que a tramoia toda foi planejada pelo nobre deputado, decadente não será a Maison. Será você”, falará ela. “Se você me der a quantia de que preciso, esse assunto irá comigo para meu túmulo. Então? Vai colaborar?”, indagará Lucerne. “Vamos negociar”, responderá o corrupto.