Rondônia - 14 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Destaque / Modernização e inovações tecnológicas marcam nova fase do Ipem em Rondônia

Modernização e inovações tecnológicas marcam nova fase do Ipem em Rondônia

imagem08-02-2018-22-02-41

O Ipem é responsável por tirar de circulação produtos que não tem certificação e podem causar danos a população

Ele é  responsável por evitar que o brinquedo que pode causar algum dano não chegue às mãos das crianças, de dar mais segurança ao transporte de produtos inflamáveis e de passageiros, de garantir que o consumidor não pague mais do que vale pelo produto adquirido e de evitar que materiais não certificados continuem em circulação. O Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) de Rondônia é um aliado da sociedade e passa por uma nova fase.

Uma fase marcada pela modernização das estruturas, inovações de serviços e capacitação dos servidores. De uma estrutura antiga que pouco chamava atenção na avenida Imigrantes, esquina com a avenida Farquar, agora o Ipem está de ‘‘cara nova’’. Os prédios estão sendo reformados e em breve serão oficialmente inaugurados.

‘‘O muro foi refeito, o laboratório de pré-embalados foi construído, o prédio administrativo está sendo reformado. O prédio da gerência técnica hoje está moderno’’, aponta o presidente do Ipem Edvaldo Rodrigues Soares. Novos equipamentos que garantem a verificação de pesos e medidas também foram adquiridos e outros receberam melhorias, a exemplo do verificador de veículos tanques rodoviários que foi reformulado.

O laboratório de verificação de medidores de energia elétrica também faz parte da nova fase do Ipem. ‘‘O que vai trazer um resultado positivo tanto para arrecadação de ICMS para o Estado quanto para dar segurança para o consumidor que tem dúvida se o seu medidor está regular’’, avalia o presidente. Antes esse tipo de verificação era feito no Inmetro do Rio de Janeiro.

EQUIPAMENTOS

Computadores, impressoras portáteis; equipamentos para metrologia; balanças e pesos foram comprados. O Ipem também passou a contar com o explosímetro com certificado de calibração para detecção de gases nos compartilhamentos dos veículos taques rodoviários transportadores de combustíveis líquidos a granel.

imagem08-02-2018-22-02-44

Tecnologia de ponta faz parte da nova fase do Ipem em Rondônia que investiu na melhora da qualidade dos serviços

De acordo com o diretor técnico do Ipem Ronaldo Lessa, a inovação tecnológica é a marca da atual gestão que adquiriu um simulador de pista para verificação metrológica e inspeção de taxímetro e simulador de verificação metrológica e inspeção para mototaxímetro. ‘‘Nessa questão dos simuladores, o estado de Rondônia está com tecnologia de ponta e a frente dos outros estados brasileiros’’, avalia o diretor.

CAPACITAÇÃO

A capacitação dos servidores é outra conquista que tem sido reforçada desde 2016 com servidores que participaram do curso de verificação e perícia metrológica em medidores de energia elétrica no Inmetro do Rio de Janeiro, e também do curso de introdução a atividade de fiscalização de produtos pré-medidos.

E ainda do Encontro técnico da Dimel e Dconf/ Inmetro, do workshop para abordagem dos procedimentos de fiscalização, auditoria, cronograma de planejamento da área de avaliação da conformidade para o ano de 2018; treinamento para realização de coleta têxtil em Londrina (PR) e capacitação para operacionalização de simulador de pista do taxímetro.

‘‘Em 2018, é o ano para trabalharmos o material humano’’, projeta o diretor. ‘‘É fazer com que o servidor seja de eficiência, investir no atendimento’’, completa o presidente. O instituto conta com cerca de 60 servidores, profissionais treinados e que atuam em todo o Estado. Além da sede em Porto Velho, o instituto também possui escritório regional em Ariquemes.

Em 2017, o Ipem fiscalizou 4.694 balanças comerciais, 109 balanças rodoferroviárias; 1.613 veículos de transporte rodoviário; 3.970 bombas medidoras; 10.500 medidores de energia elétrica;764 taxímetros;109 medidores de velocidade e 17.741 leituras de disco de cronotacografo. Toda essa mobilização e melhorias levou o Ipem de Rondônia  a atingir 95% da meta, um desempenho considerado satisfatório.

‘‘Tudo isso só foi possível graças à atenção do governo. É um pedido do governador Confúcio Moura que se preste serviço de qualidade para a sociedade. Antes o Ipem não tinha condições de prestar um serviço de qualidade, até porque o ambiente não era de qualidade, então primeiro nós tivemos que arrumar a casa e isso trouxe resultado: dos 27 institutos do Brasil, nós ficamos em primeiro lugar em crescimento’’, conta o presidente.

PARCERIA

O Ipem tem o trabalho focado em dar segurança à sociedade rondoniense e trabalha em parceria para garantir que empresários e consumidores não sejam lesados. Para isso, existe uma Ouvidoria que funciona das 7h30 as 13h30 e atende pelos telefones: 3216 5943/ 3216 5956 e 3216 5929, onde é possível fazer denúncias como, por exemplo, se achar que a quantidade de gasolina não corresponde a quantidade de litros real ou que a balança que mede o peso da refeição no restaurante está irregular.

Este ano, mais de oito mil itens sem certificado foram destruídos e outros três mil já apreendidos também serão eliminados. ‘‘Se não serve para ser usado, não serve para ser doado, é inclusive proibido doar, têm que ser destruídos’’, esclarece o presidente. Em 2018 também os avanços vão continuar no trabalho de fiscalização, verificação e orientação.

Leia mais.

 Ipem destrói em Porto Velho oito mil itens de produtos e equipamentos não certificados

 Ipem fiscaliza em Porto Velho produtos de uso infantil na Operação Especial Dia das Crianças

 Servidores do Ipem RO são selecionados para curso de capacitação oferecido pelo Inmetro no Rio de Janeiro