Home / Notícias / Política / Bloco ecológico arrasta foliões fantasiados de flores no centro do Rio

Bloco ecológico arrasta foliões fantasiados de flores no centro do Rio

Rio de Janeiro   O cortejo do bloco Vem Cá, Minha Flor arrasta foliões pela região central da cidade (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O cortejo do bloco Vem Cá, Minha Flor traz mensagem ecológica Fernando Frazão/Agência Brasil

Entre os blocos temáticos que desfilam no carnaval carioca, um se destaca pela mensagem ecológica. O Vem Cá Minha Flor atraiu centenas de participantes nesta segunda-feira (12), com fantasias que remetem à natureza.

Rio de Janeiro   O cortejo do bloco Vem Cá, Minha Flor arrasta foliões pela região central da cidade (Fernando Frazão/Agência Brasil)

A ideia de criar o bloco surgiu durante conversa nos Arcos, perto do Circo VoadorFernando Frazão/Agência Brasil

Fundado há apenas dois anos, o grupo caiu no gosto popular e já é sucesso. Criado pelos frequentadores da Lapa, o bloco tem o reforço de artistas em pernas de pau, que sambam e brincam sem perder o equilíbrio.

Um dos fundadores é Edu Machado, que ficou surpreso com o sucesso do bloco, apenas em sua segunda edição.

“A ideia de criar o bloco surgiu em uma conversa nos Arcos, próximo ao Circo Voador. O sucesso foi uma questão de sorte. A origem do nome é por causa de um amigo, que também é fundador, e só usa blusa florida. Aí, pensei em fazer um bloco onde todo mundo saísse florido”, disse Edu, que faz parte da banda.

Entre as foliãs, uma chamava a atenção pela temática de folhas de maconha na fantasia. “A minha inspiração foi a erva venenosa. Eu sou a favor da liberalização das drogas, pois tem muita gente que já usa, até com fins medicinais”, explicou Mônica dos Santos, mestranda em comunicação.

Rio de Janeiro   O cortejo do bloco Vem Cá, Minha Flor arrasta foliões pela região central da cidade (Fernando Frazão/Agência Brasil)

O bloco saiu da região do Castelo e foi até os jardins do Museu de Arte ModernaFernando Frazão/Agência Brasil

Ao lado dela, a amiga Débora Arco escolheu uma flor menos polêmica como tema, o girassol. Elas dançavam ao lado do marido de Débora, Felipe de Oliveira, fantasiado de jardineiro, com pazinha e regador. O bloco saiu da região do Castelo e tomou as ruas do centro até os jardins do Museu de Arte Moderna (MAM).

Edição: Maria Claudia