Rondônia - 22 de setembro de 2018
Home / Notícias / Brasil / Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) é finalista do prêmio mundial BREEAM Awards 2018

Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS) é finalista do prêmio mundial BREEAM Awards 2018

O Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS), unidade de referência nacional do Sistema Sebrae em sustentabilidade, situado em Cuiabá (MT), é finalista junto a cinco projetos arquitetônicos dos Estados Unidos, pelo continente americano, da premiação mundial BREEAM Awards 2018. A solenidade de entrega do prêmio aos vencedores das categorias do prêmio será, em 6 de março de 2018, no London’s ExCeL Centre, como parte da programação do Ecobuild 2018, o maior evento de materiais para a construção sustentável do mercado mundial, realizado pela Building Research Establishment (BRE).

A BRE é uma instituição inglesa, fundada em 1921, é considerada referência mundial na ciência da construção, especialmente em projetos inovadores e sustentáveis, sendo responsável pela certificação BREEAM. O BREEAM (Building Research Establishment Environmental Assessment Method) é o mais antigo selo de sustentabilidade, criado em 1990, está presente em mais de 50 países e já certificou mais de 250 mil prédios de diversos países e vários continentes, entre novos e antigos. É considerado um selo rigoroso.

Concorrência O CSS foi certificado, em 2016, pela BRE e recebeu a classificação “Excelente” do BREEAM, e passou a ser considerado o prédio mais sustentável da América Latina. O Centro está concorrendo com cinco projetos norte-americanos pelo continente americano na categoria Prêmio Regional/Novas Construções Em Uso no certame mundial. Os projetos concorrentes foram: Flatlron Crossing, Colorado; Kierland Commons, Arizona; Plant and Environmental Sciences Building, University of Califórnia; Queens Center, New York; e Scottsdale Fashion Square, Arizona.

Sabedoria indígenaO projeto arquitetônico do Centro é de autoria de José Afonso Botura Portocarrero, arquiteto, professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e Doutor em habitações indígenas brasileiras. Em formato ogival, o edifício é baseado no conhecimento ancestral e nas casas indígenas do Xingu, consideradas exemplares em termos de arquitetura bioclimática. O processo de construção incluiu a participação de mulheres, reaproveitamento de resíduos (madeiras, pedras, etc) e o projeto se adaptou ao terreno em declive, evitando a terraplanagem e preservando a vegetação nativa.

Entre as vantagens e benefícios do projeto, se destacam: conforto térmico; utilização máxima da iluminação natural; cobertura em duas cascas, que possibilitam o resfriamento interno do prédio e a captação de água da chuva, que é filtrada e armazenada para uso na irrigação do jardim, lavagem de piso; banheiros; entre outros. Há, também, uma instalação de vermicompostagem, que recebe resíduos orgânicos da lanchonete e da poda de árvores e plantas.

O jardim do CSS é integrado por espécies dos biomas presentes em Mato Grosso: Cerrado, Pantanal e Amazônia. Dez estações interativas sobre diversos temas (resíduos, água, energia, consumo, etc) compõem as visitas guiadas para visitantes, que são agendadas com antecedência.

Conhecimento para pequenos negóciosHá seis anos, o CSS vem conquistando certificações, prêmios e visitantes. No período de 2011 a 2016, recebeu cerca de 70 mil visitantes brasileiros e de 26 países, entre empresários, arquitetos, engenheiros, universitários e pessoas interessadas na causa da sustentabilidade e em ecoinovação.

A missão do Centro é introduzir o conceito de sustentabilidade na vida das micro e pequenas empresas e dos empreendedores, enquanto protagonistas e integrantes de um setor robusto e relevante (98% das empresas brasileiras) no desenvolvimento sustentável brasileiro. O objetivo de todas as iniciativas é estimular o ingresso e a participação desses empreendimentos, o quanto antes, na chamada ‘economia de transição’ ou ‘nova economia’, que considera os resultados econômicos (rentabilidade e lucro), mas também prioriza objetivos ambientais, sociais e culturais.

Conteúdos, produtos e redes sociaisNesse edifício, trabalha uma equipe multidisciplinar (engenheiros civil, ambiental, florestal, eletricista e sanitarista; arquiteto; jornalista; publicitária; e advogado) que, em parceria com especialistas e consultores, desenvolvem conhecimento, informações e orientações para os pequenos negócios (temáticos e por setores e segmentos). Ao longo de seis anos, esta equipe e parceiros desenvolveram e disponibilizaram ao público, por meio do portal www.sustentabilidade.sebrae.com.br :

.448 conteúdos (cartilhas, casos de sucesso, pesquisas, infográficos, vídeos, estudos de tendências e relatórios de inteligência setoriais); . 80 publicações, metodologias e soluções construídas em conjunto com as unidades estaduais do Sebrae e Sebrae Nacional (Certificação de Conhecimentos em Sustentabilidade; Trilha de Sustentabilidade para pequenos negócios; Jogos Negócios Sustentáveis; Curso Fundamentos da Sustentabilidade na Gestão Empresarial de Pequenos negócios; Metodologia de Inventário de Gases de Efeito Estufa em Pequenos Negócios; Curso Energia Solar Fotovoltaica). Nesse período, o Centro contabilizou mais de 7 milhões de pessoas alcançadas via portal www.sustentabilidade.sebrae.com.br e redes sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram).Sol parceiroEm relação à infraestrutura do CSS e do Sebrae MT, foram implantadas duas microusinas de geração solar fotovoltaica (45 kW e 75 kW), em maio de 2016, que tornaram o Centro 100% autossuficiente em energia e reduziu, em até 40%, o consumo energético da sede da instituição. Desse modo, o Centro também se tornou exemplo no uso de energia solar para os pequenos negócios. As microusinas demonstram que investir em tecnologia solar reduz custos das empresas e o retorno do investimento ocorre em relativamente poucos anos.

Prêmios e certificaçõesAté o momento, o CSS conquistou as seguintes certificações e prêmios:. Selo PROCEL Edifica Nivel A em projeto e edificação construída, em 2013;. Prêmio COBEE (Congresso Brasileiro de Eficiência Energética), em 2014;.Prêmio ISWA (International Solid Waste Association) para o Guia Prático para a Sustentabilidade nos Pequenos Negócios, em 2014;. Finalista do Prêmio Fecomércio de Sustentabilidade, em 2014;. Certificação BREEAM In-use, classificação “Excelente” do Building Establishment Environmental Assessment Method (BREEAM), em 2016 (foi considerado o prédio mais sustentável da América Latina);.Prêmio 15º Benchmarking Brasil do Instituto Mais, em 2017;. Certificação Greenbuilding Council Zero Energy (GBC), em 2017;. Finalista na categoria Prêmio Regional/ Construções Novas e Em Uso da premiação BREEAM Awards 2018 como representante do Brasil e América no Sul. Mais informações: Assessoria de imprensa CSS: (65) 3648.1215 /5285www.sustentabilidade.sebrae.com.br www.mt.sebrae.com.br