Rondônia - 9 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Nordeste / Maranhão / Cintra é a primeira escola a receber o Voto Jovem – Maranhão

Cintra é a primeira escola a receber o Voto Jovem – Maranhão

imagem22-02-2018-19-02-21

imagem22-02-2018-19-02-23

Secretário Felipe Camarão destaca importância do projeto. (Foto: Lauro Vasconcelos)

O Centro Integrado do Rio Anil (Cintra), maior escola da rede pública estadual de ensino, foi o ponto de partida do projeto ‘Voto Jovem: participação, cidadania e democracia’, desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TER-MA) em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O lançamento do projeto ocorreu na quarta-feira (21), na sede da escola, e reuniu centenas de estudantes do Ensino Médio.

“Esse projeto será importante porque nós podemos fazer a diferença, porque somos o futuro da sociedade, por isso, o jovem tem que participar do processo eleitoral”, destacou o estudante Alexandre André.

Para o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, a iniciativa possibilitará aos jovens um exercício de cidadania. “Participei de todas as eleições desde que completei 16 anos, e isso me orgulha, poder participar do processo eleitoral. Portanto, o objetivo dessa parceria institucional entre o TRE e a Secretaria de Educação é despertar a cidadania dos estudantes, para que participem ativamente desse processo democrático em nosso país, estado e município”, ressaltou.

“Sem a parceria da Secretaria, esse projeto não seria possível. O que nos incentivou a fazer esse projeto foi estimular o jovem a fazer a diferença. Despertar a consciência sobre a importância de participar da vida política nacional”, reforçou o presidente TRE-MA, desembargador Ricardo Duailibe.

O juiz Alexandre Costa Abreu, coordenador do projeto Voto Jovem, parabenizou a iniciativa do TRE de mais uma vez dar oportunidade aos jovens de conhecer o processo eleitoral. “A ideia é provocar nos jovens a discussão, o debate sobre o que eles querem e podem fazer”, enfatizou.

De acordo com o cronograma de atividades do Tribunal, alunos de sete escolas estaduais (Prof. Antônio Carlos Beckman – Açailândia, Estado do Ceará – Bacabal, Pio XI – Barra do Corda, Inácio Passarinho – Caxias, Graça Aranha – Imperatriz, Rubem Almeida – Pinheiro, Cintra – São Luís e Conceição Teófilo Silva – Timon) e uma municipal (Bandeirantes – Tuntum) participarão de debates sobre temas de interesse da comunidade escolar que serão defendidos e eleitos por eles, atendendo ao requisito de relevância social como educação, saúde, saneamento básico, transporte coletivo, dentre outros.

Após esse período de discussão, os temas escolhidos por cada escola passarão por votação eletrônica, que definirá quais serão levados ao TRE, que ficará responsável de dar conhecimento aos partidos políticos como sugestão de propostas de campanhas.

Também participaram do evento os juízes Júlio César Lima Praseres e Alexandre Lopes de Abreu (membros efetivos da Corte Eleitoral); o procurador regional eleitoral Pedro Henrique Oliveira Castelo Branco; o diretor-geral Flávio Vinícius Araújo Costa (TRE-MA); os secretários adjuntos da Seduc, Nádya Dutra (Ensino) e Ismael Cardoso (Programas e Projetos); os gestores do Cintra, Eva Alves de Morais Barros (geral), Jefferson Plácido (pedagógico) e Tales Rodrigues (administrativo e financeiro), professores e equipe técnica.

Comentários

Comentários