Segurança pública e economia são as prioridades do PR

Leonardo Prado/Câmara dos Deputados

José Rocha foi reconduzido à liderança da bancada

O deputado José Rocha (BA) será por mais um ano o líder da bancada do PR na Câmara dos Deputados. Em 2018, mesmo com a realização de eleições no mês de outubro, Rocha acredita que há espaço para o Parlamento avançar em pautas ligadas à segurança pública e à economia.

Médico e no quarto mandato de deputado federal, Rocha atualmente lidera um bloco de 11 partidos e 201 deputados criado especialmente para indicar o nome do presidente da Comissão Mista de Orçamento neste ano.

Leia abaixo a entrevista concedida pelo novo líder à Agência Câmara.

Quais as prioridades da bancada para este ano que se inicia?
Fui honrado em ser reconduzido à liderança do meu partido por mais um ano e nós vamos dar prioridade a questão da segurança pública. Fizemos um seminário no ano passado sobre segurança pública, estamos já idealizando um segundo seminário que será realizado proximamente para debater essa questão. Vimos a que ponto chegou o Rio de Janeiro e outros estados e vamos nos debruçar sobre a segurança pública, mesmo porque nós temos no nosso partido vários deputados que são da área da segurança pública e vamos incrementar bastante essa atividade dentro desse ano na nossa liderança.

Qual deverá ser a pauta da Câmara dos Deputados, uma vez que este é um ano eleitoral, que costuma ser mais reduzido?
A Câmara tem duas pautas: uma pauta que é a do Congresso, que é essa pauta da segurança pública onde nós vamos ter vários projetos selecionados para serem debatidos e votados; e temos a pauta do governo, que é a pauta econômica. O governo já anunciou 15 itens da pauta econômica. E nós vamos também nos debruçar sobre essa pauta.

É um ano atípico, ano de eleição. Vamos ter um trabalho intenso até final de junho e, depois do recesso, já no final de julho, vamos nos dedicar à campanha eleitoral. Aí os trabalhos aqui na Câmara ficam bem sacrificados.

Há espaço mesmo para uma pauta econômica neste ano?
Com certeza. Eu acho que vários itens, não diria todos, mas vários itens serão aqui debatidos e, com certeza, haveremos de votar para que o mercado tenha essa sinalização da responsabilidade do Congresso Nacional. Nós procuramos realmente encontrar soluções para economia do nosso País.

E quais seriam as propostas prioritárias na área econômica?

A privatização da Eletrobras, a autonomia do Banco Central, a questão do PIS/Cofins, da folha de pagamentos. Temos vários itens e vamos trabalhar neles.

Confira entrevistas com outros líderes