Rondônia - 10 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Roraima / BOMBEIROS NA ESCOLA | Corpo de Bombeiros Militar retoma atividades esta semana | RORAIMA

BOMBEIROS NA ESCOLA | Corpo de Bombeiros Militar retoma atividades esta semana | RORAIMA

IMG 0109

O sucesso alcançado em 2017 motivou o Corpo de Bombeiros Militar de Roraima (CBMRR) a continuar neste ano o Projeto Bombeiros na Escola como uma das ações sociais realizadas pela corporação.

Neste ano, a ações contemplarão novas escolas, a partir deste mês de março até novembro, a começar pelo Colégio Estadual Militarizado Professora Maria dos Prazeres Mota que receberá o evento nos dias 14, 15 e 16.

O Corpo de Bombeiros Militar de Roraima é uma instituição permanente e regular destinada a reduzir e prevenir e atuar em danos humanos, materiais e ambientais resultados de desastres naturais ou provocados pelo homem. Também são competências desta instituição capacitar pessoas e realizar atividades educativas de prevenção.

Assim com base em legislação específica e verificando a necessidade de desenvolvimento de atividades de prevenção com temas variados, saúde básica familiar, práticas de civismo e prevenção em Defesa Civil no âmbito das escolas públicas estaduais, a Corporação busca estreitar sua relação com a sociedade por meio do Projeto Bombeiros na Escola em parceria com a Secretaria de Educação, a fim de subsidiar através de seus profissionais os trabalhos educativos.

O PROJETO – O Projeto Bombeiros na Escola iniciou em maio de 2017, na Escola Estadual Maria Mariselma de Oliveira Cruz, município de Mucajaí, atendeu 270 alunos e 34 funcionários, onde se realizou atividades teóricas e práticas voltadas às temáticas de prevenção de acidentes domésticos, higiene, saúde familiar e práticas cívicas.

No ano de 2017, o CBMRR realizou nove edições nas seguintes escolas: Maria Mariselma (Mucajaí); e nas escolas estaduais Rittler de Lucena (CME 3), Barão de Parima, 13 de Setembro, Hildebrando Bitencourt, Euclides da Cunha, Tancredo Neves e Idarlene da Silva, todas em Boa Vista.

No total, foram atendidos mais de 2.600 alunos e 350 servidores capacitados, entre professores e auxiliares das escolas.