Rondônia - 23 de junho de 2018
Home / Notícias / Política / Comissão Senado do Futuro debaterá os direitos das pessoas com doenças renais

Comissão Senado do Futuro debaterá os direitos das pessoas com doenças renais

Os direitos das pessoas diagnosticadas com doença renal crônica e das transplantadas renais serão discutidos na quinta-feira (15) em audiência pública da Comissão Senado do Futuro (CSF). A intenção é debater os aspectos da legislação que precisam ser atualizados para a garantia efetiva dos direitos sociais a esses brasileiros.

A doença renal crônica é caracterizada pela lesão renal e perda progressiva e irreversível da função dos rins. Em 2016, 5,7 mil pessoas fizeram transplante de rim no país, quantidade que vem aumentando, em média, 10% de um ano para o outro, segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia. Já o número de pacientes com doença renal crônica que precisaram de diálise cresceu de 42 mil, em 2000, para 122 mil em 2016.

Para debater o assunto, foram convidados Antonio Muniz, presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade); Carmen Tzanno Branco Martins, presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia; João Adilberto Xavier, presidente da Federação das Associações de Renais e Transplantados do Brasil.

A lista de convidados inclui ainda representantes do poder público: Rosana Reis Nothen, coordenadora-geral do Sistema Nacional de Transplante do Ministério da Saúde; Sandro Martins, coordenador-geral de Atenção Especializada do Ministério da Saúde; e Carlos Cavalcante de Lacerda, secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego.

O pedido de realização da audiência é do presidente da comissão, senador Hélio José (Pros-DF). A reunião está marcada para às 17h, na sala 13 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado.

Conscientização

No último dia 8, além de comemorado o Dia Internacional da Mulher, também foi celebrado o Dia Mundial do Rim. A data é comemorada na segunda quinta-feira do mês de março. No Senado, o dia foi lembrado em sessão especial em que foi reforçada a importância da prevenção de doenças renais principalmente entre o público feminino – o mais propenso a esse tipo de doença, de acordo com a Sociedade Internacional de Nefrologia.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)