Rondônia - 19 de junho de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Evento reúne ex-gestores da Escola de Governo para discutir futuro da educação continuada

Evento reúne ex-gestores da Escola de Governo para discutir futuro da educação continuada

Um encontro entre atuais e antigos servidores, e gestores que estiveram à frente da Superintendência da Escola de Governo, desde quando o órgão era uma autarquia até os tempos atuais, marcou o encerramento da semana de comemoração de 10 anos da entidade que capacita servidores do executivo estadual. O encerramento foi realizado na última sexta-feira (09.03) na sede do órgão.

Histórias valiosas, que dão conta de explicar os passos que a Superintendência deu nos últimos 10 anos até o atual momento. Além de lembrar e avaliar o passado, o encontro debateu os desafios e o futuro do órgão com a intenção de encontrar ideias que contribuam para o aprimoramento da missão da instituição.

A secretária executiva de Gestão da Seges, Adriana Araújo Feitosa, conta que o aprimoramento e a valorização da formação dos servidores públicos passa também por conhecer o passado. Conforme a gestora, o debate abre novas perspectivas para o futuro da Superintendência e demonstra que o conhecimento estratégico é prioridade neste governo.

O secretário adjunto de Gestão de Pessoas, Carlos Campelo, ressalta que o órgão está prestes a alavancar a sua atuação dentro do Estado e cita como fatores determinantes o aumento de cursos pelo cadastramento de mais de mil interessados em ser facilitadores da Escola, e da nova sede, que será inaugurada no Centro Político Administrativo.

“A Alameda Paiaguás que está em fase de licitação vai ser um marco para a Escola de Governo, que irá receber os servidores em uma sede ampla e moderna, com biblioteca, totalmente equipada, com vagas de estacionamento e bem localizada”, explica.

Além do aumento da oferta de cursos, a superintendência iniciou também a Academia de Novos Líderes, que capacita servidores para exercerem funções estratégicas dentro do Estado.

Para a atual superintendente da entidade, Débora Gagini, conhecer a trajetória da Escola de Governo sendo contada pelos ex-superintendentes foi enriquecedor. “Saber os desafios e ver os avanços e resultados, fez acreditar que é possível irmos mais longe, contribuindo verdadeiramente para melhoria do serviço público e a valorização do servidor”.

História

Professora por formação, Flores Terezinha, assumiu o comando da Escola de Governo em 1999 e trabalhou pela educação dos servidores até 2002. Ela conta que um dos maiores desafios da época foi a condução de concursos públicos, que fazia parte das atribuições da Escola. Foi nesta época que realizaram as inscrições pela internet, extinguindo as filas para inscrição que chegavam a dobrar o quarteirão.

imagem12-03-2018-21-03-18

Entre 2003 e 2010, o Coronel Almir Baliero protagonizou o período de transição da entidade que até então era uma autarquia, e passou a ser uma superintendência. Ele comenta que o orçamento autônomo e a possibilidade de fazer parcerias, eram os pontos fortes do antigo regime jurídico. O maior desafio, conforme Baliero, foi colocar a Escola entre tantas entidades já consolidadas como referência e a conquista da sede que abriga cursos até hoje.

Já em 2011, assumiu o servidor de carreira Jefferson Daltro que permaneceu até 2014. Ele ressalta que a Escola deve se fortalecer não só como um centro de saber, mas como um centro de lideranças, sendo olhada como ferramenta estratégica de governo. Ele ressalta a primeira pós-graduação realizada por Educação à Distância (EAD), capacitando pessoas de todas as localidades de Mato Grosso realizada na sua gestão. 

Joelson Matoso esteve em 2015 à frente da Escola e acrescenta que cursos com o propósito de qualificar para aumentar a produtividade e qualificar a gestão pública devem continuar. “O diferencial da Escola é lidar com pessoas, com vidas, e não apenas com papéis e processos”, conta.  Matoso foi sucedido em 2016 por Maricilda Nascimento.

Também esteve presente no evento Paulino Yoshida, que esteve à frente da superintendência em 2017. Na ocasião, falou sobre o aprendizado durante o período e agradeceu a equipe.

A superintendência foi criada por meio da Lei Complementar n° 310 de 10 de março de 2008, e tem papel de destaque na capacitação e melhoria dos serviços prestados por todos os servidores estaduais.