Rondônia - 15 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Nordeste / Rio Grande do Norte / Quadrilha especializada em roubos é detida pela Divisão de Combate ao Crime

Quadrilha especializada em roubos é detida pela Divisão de Combate ao Crime

Publicidade x fechar anúncio imagem12-03-2018-19-03-20

A Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) realizou uma operação, batizada de “Alpha Bravo”, que prendeu cinco pessoas nesta segunda-feira, 12,

Os suspeitos eram integrantes de uma quadrilha especializada em roubos de bancos, malotes e empresas no estado do Rio Grande do Norte. As investigações vinham sendo realizadas desde setembro de 2017, quando uma quadrilha tentou roubar um malote que seria depositado em um banco, em Natal.

Na ocasião, um dos assaltantes morreu durante uma troca de tiros com policiais. Identificado como José Augusto de Medeiros Sena, o homem era apontado como participante do assalto ao Banco Central, em Recife, e era suspeito de outros crimes.

Seguindo a linha de investigação, a Deicor chegou aos nomes dos cinco homens detidos. Dentre eles, está Ricardo Estevam de Sena, irmão de José Augusto. Durante a operação também foram apreendidas armas de fogo, munições, documentos e placas falsas.

Os homens detidos foram identificados como:

  • Ângelo Márcio Reinaldo de Oliveira, de 44 anos. Considerado o chefe do bando, ele é apontado como o responsável pela articulação, logística, planejamento e execução dos crimes.
  • Lucas Pessoa da Costa, de 43 anos. Considerado especialista em roubo e adulteração de veículos.
  • Paulo Diego Barbosa Reinaldo, de 28 anos. Considerado braço direito do chefe, é apontado como o responsável pelo levantamento das ações e de dar abrigo ao grupo em um sítio da família. A propriedade fica na zona rural de Baraúnas, na região Oeste do estado.
  • Ricardo Estevam de Sena, de 38 anos. Também integrante do grupo, ele é irmão do assaltante morto José Augusto de Medeiros Sena.
  • Wilkefre Michel de Araújo, de 32 anos. Segundo as investigações, ele participou, ao lado de Paulo Diego, de vários crimes na cidade de Baraúna, incluindo ações contra agentes da segurança pública.