Rondônia - 10 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Palmeiras / Scarpa brilha, Verdão goleia o Ituano e confirma melhor campanha geral do Paulistão | Palmeiras

Scarpa brilha, Verdão goleia o Ituano e confirma melhor campanha geral do Paulistão | Palmeiras

Meia marcou 2 gols e Fernando completou o placar na vitória por 3 a 0 do time alternativo do Palmeiras em Itu.

DivulgaçãoApenas com três titulares – Thiago Martins, Bruno Henrique e Dudu, o Verdão iniciou o jogo não sentindo muito tantas mudanças, ao contrário do que aconteceu contra o São Caetano, quando atuou com 10 reservas. Aos 6 minutos Papagaio sofreu falta na entrada da área e Bruno Henrique cobrou rente ao ângulo esquerdo do goleiro. Aos 13, após rebote em cobrança de escanteio, Guerra chutou rasteiro nas mãos de Wagner.

Estreante da tarde, Weverton só foi ser testado aos 16 minutos, quando Guilherme arriscou de fora da área, fácil para o camisa 21. Na sequência dessa jogada Dudu deu bom passe para Papagaio, que chutou fraco. Aos 18 Scarpa ajeitou para Bruno Henrique chegar chutando, mas o goleiro estava atento.

Aos 26 minutos Gustavo Scarpa recebeu pela esquerda, fintou duas vezes o mesmo marcador e soltou a bomba; Wagner fez boa defesa. O Ituano devolveu na mesma moeda; ainda dentro do minuto 26 Júnior Santos arriscou de longe e Weverton espalmou. Pouco depois, após cobrança de escanteio executada por Marcelinho, Alisson escorou por cima do travessão.

Melhor Palmeirense em campo, Scarpa voltou a criar uma boa oportunidade aos 29 minutos em outro chute de média distância; Wagner deu rebote mas Papagaio não aproveitou. Aos 32 Bruno Henrique tabelou com Guerra, invadiu a área mas na hora da finalização, já desequilibrado, apenas recuou para o goleiro.

Atormentando a defesa do Ituano, Scarpa arriscou outro chute perigoso aos 38 minutos; a bola passou perto da trave esquerda. Aos 41 Juninho deu uma espanada e a bola caiu nos pés de Guilherme, livre de marcação e cara a cara com Weverton, mas por sorte ele isolou.

Para coroar a ótima apresentação individual e coletiva, aos 43 minutos o meia Gustavo Scarpa e o Palmeiras foram recompensados: Tchê Tchê, improvisado na lateral, fez um belo lançamento para Guerra, o meia invadiu a área e ajeitou para Scarpa chutar colocado no ângulo direito de Wagner: 1 a 0. Pouco depois o árbitro encerrou a movimentada etapa inicial em Itu.

No segundo tempo o Verdão voltou na mesma toada, ou seja, dominando o adversário e criando boas oportunidades de gol. Logo aos 54 segundos Guerra experimentou um chute de fora da área que o goleiro teve certa dificuldade para segurar. Aos 2 minutos Dudu inverteu para Scarpa, que tocou para Bruno Henrique chutar para fora.

O Ituano só conseguiu responder aos 9 minutos após cobrança de escanteio; Weverton não conseguiu interceptar mas na sobra Moisés afastou o perigo. Aos 10, Dudu puxou um rápido contra-ataque desde o campo de defesa, mas na última passada, já dentro da área, adiantou demais a bola. Aos 12 minutos um lance parecido, mas para os mandantes: Igor Vinícius recebeu de Marcelinho em velocidade mas também adiantou demais a bola quando invadiu a área alviverde.

A investida do rival não intimidou o Palmeiras, que seguiu melhor. Aos 17 minutos saiu o segundo gol, e foi outro golaço. Dudu roubou a bola na entrada da área e tocou para Guerra, que rolou para Papagaio ajeitar para Bruno Henrique; o volante ameaçou o chute mas serviu Scarpa, que soltou a bomba: 2 a 0.

Com uma vantagem mais confortável no placar, aos 24 minutos o técnico Roger Machado promoveu duas alterações de uma vez: Moisés e Guerra deram lugar a Thiago Santos e Keno, respectivamente. Aos 27 o Ituano quase descontou com Bassani; o chute do atacante tirou tinta da trave direita de Weverton.

Aos 28 minutos, em sua jogada característica, Keno fintou seu marcador, puxou para dentro e bateu colocado, por cima do travessão. Aos 31 a última mudança no Palmeiras, um garoto da base por outro: Fernando substituiu Papagaio. Segundos depois de entrar em campo, Fernando foi lançado por Dudu e na dividida com o goleiro conseguiu acertar a bola, que saiu pela linha de fundo.

Se na primeira tentativa quase marcou, na segunda Fernando guardou. Aos 34 minutos Juninho apareceu bem pela esquerda e cruzou para o atacante: 3 a 0. Perdendo a classificação para as quartas de final pelo saldo de gols, o Ituano se abriu, deixando ainda mais espaços para o Verdão. Aos 39 minutos Scarpa achou Fernando livre na área, mas o goleiro cresceu pra cima dele e conseguiu o desarme.

Aos 40 minutos o árbitro assinalou falta de Luan a um passo da grande área; Marcelinho cobrou e Weverton fez ótima defesa. Aos 44 minutos Thiago Santos foi lançado e tinha duas opções para dar o gol de presente: Fernando e Scarpa, ele escolheu o camisa 14, que só não pediu música no Fantástico porque o zagueiro salvou sobre a linha. E foi “só”.

Com a vitória o Verdão foi a 26 pontos e assegurou a melhor campanha geral da primeira fase com 3 pontos de vantagem para o Corinthians. A pontuação seguirá contando na próxima fase.

Agora é mata-mata. Provavelmente no domingo (18/03) o Verdão enfrentará o Novorizontino pelo jogo de ida das quartas de final, fora de casa. O dia e o horário serão confirmados pela FPF na terça-feira.

Notícias relacionadas:

Notas de Ituano 0 x 3 Palmeiras
Ficha técnica de Ituano 0 x 3 Palmeiras