Rondônia - 22 de junho de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Governo promove mobilização no Centro Político contra mosquito vetor de doenças

Governo promove mobilização no Centro Político contra mosquito vetor de doenças

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Gestão (Seges) deu início à mobilização de todos os órgãos estaduais que estão no entorno do Centro Político Administrativo para a eliminação de criadouros do mosquito transmissor da Febre Amarela, Zika, Dengue e a Chikungunya. A atividade foi realizada nesta terça-feira (13), às 14h, no Auditório Gilberto Amorim da Silva, localizado no Departamento Estadual de Trânsito.

A palestra “Tolerância Zero com o Mosquito Aedes aegypti”, proferida pela Médica Veterinária Moema Blatt, da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, mostou como eliminar os criadouros do mosquito para servidores estaduais. Após a palestra, cerca de 60 agentes municipais de endemias acompanharam os servidores em visita aos prédios para a verificar a presença de focos do mosquito, e tomar providências.

Na ocasião, foi lançado o desafio 10 minutos contra a Dengue, que segundo a palestrante, é uma técnica consagrada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que foi aplicada em Cingapura, no sudeste asiático, e ocasionou o sucesso na erradicação de endemias.

“Basta uma vez por semana, que é a duração do ciclo biológico do Aedes aegypti, para as pessoas checarem os locais de possível criadouro do mosquito, e eliminá-los. São apenas 10 minutos que salvam vidas”, explica.

A secretária adjunta de Patrimônio e Serviços da Seges, Divanete Dias da Silva, explica que como órgão central, a Seges promove o mutirão em parceria com Prefeitura de Cuiabá. Ela ressalta ainda que a limpeza, manutenção, e cuidado com os terrenos, ruas e entorno dos órgãos é ação permanente realizada pela Prefeitura do Centro Político Administrativo, e que o cuidado dentro do ambiente em que circulam os servidores, dentro dos órgãos públicos, é o foco desta ação.

“A partir deste primeiro mutirão, a intenção é que se torne um hábito dos servidores a conferência frequente do entorno dos prédios públicos para que não haja criadouros de mosquito”, conta a secretária.