21.8 C
Ariquemes
sábado, 23 março 2019, 23:07

Obrigado por resgatar a dignidade do torcedor do Botafogo, Bebeto!

O botafoguense recebeu nesta terça-feira uma inesperada e triste notícia, com a morte repentina de Bebeto de Freitas na Cidade do Galo, onde trabalhava como dirigente do Atlético-MG. Fora seus notáveis feitos no voleibol, reconhecidos mundialmente, Bebeto foi um dos responsáveis pelo Resgate da Dignidade do torcedor do Botafogo, e seu legado será lembrado para sempre por todos nós.




Resgate da Dignidade foi o nome do filme (veja abaixo) que contou a história da saga do Botafogo na Série B de 2003. Naquele ano, Bebeto assumiu a presidência do clube e pegou um cenário de terra arrasada. Não havia jogadores, água, bola para treinar, nada. Conseguiu convencer Levir Culpi a abraçar o projeto, revitalizou Caio Martins e conduziu o time de volta à Primeira Divisão.

Bebeto de Freitas

Bebeto de Freitas deixa um legado gigante para o Botafogo (FOTO: Reprodução)

Não bastasse isso tudo, ele conseguiu revitalizar a sede de General Severiano e foi o grande responsável para que o Botafogo ficasse com o então Estádio João Havelange, o Engenhão. Foi Bebeto quem criou a Companhia Botafogo, com a qual o clube conseguiu participar da licitação, em 2007, com todos os meios legais, conseguindo o direito de administrar o hoje Estádio Nilton Santos por 20 anos, prorrogáveis por mais 20.

O que Bebeto de Freitas fez pelo Botafogo é algo grandioso. Dentro de campo, conseguiu construir times que ficaram na memória dos torcedores mais jovens, encerrando um longo jejum com o título carioca de 2006, num Maracanã com mais de 44 mil pessoas. Levou o Botafogo até onde pôde, inclusive conseguindo o apoio do poder público, em Brasília. Não mediu esforços para ver sua maior paixão renascer.

Sobrinho de João Saldanha e primo de Heleno de Freitas, Bebeto de Freitas foi sem dúvida um dos maiores alvinegros que já existiu. Muito obrigado por tudo, grande Bebeto! Descanse em paz!

Saudações alvinegras!

Últimas notícias: