Rondônia - 26 de setembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Confederação Brasileira de Futebol / Técnico do Ferroviário celebra campanha histórica

Técnico do Ferroviário celebra campanha histórica

Chegou o momento de o Ferroviário-CE construir mais um capítulo de sua história na Copa do Brasil. Pela Terceira Fase, a equipe enfrenta o Vila Nova-GO nesta quinta-feira (15), e pode dar mais um passo vitorioso no torneio mais democrático do país. Até então a melhor campanha do Tubarão da Barra fora em 2004, quando o time cearense teve o Corinthians-SP como adversário na Segunda Fase, e foi derrotado por 2 a 0, no Castelão (CE).

– É muito gratificante ver um clube como o Ferroviário, que possui um investimento pequeno em relação aos adversários que enfrentou, especialmente o Sport-PE, conseguir bater essas metas na Copa do Brasil. A sensação é de dever cumprido, mas queremos ir mais longe. Surpreender ainda mais – comenta Ademir Fonseca, técnico do Ferroviário, em entrevista ao site da CBF.

Na Segunda Fase, o Ferroviário conseguiu um empate improvável em 11 minutos, após estar perdendo por 3 a 0. Nos pênaltis, conquistou a vitória e eliminou o Sport.

– Era o “jogo da vida” do clube e essa era a principal motivação. A reação foi incrível, uma entrega muito grande dos atletas. Conquistaram um feito que dificilmente será esquecido pelos torcedores. Depois de buscar o resultado, a confiança na cobrança dos pênaltis era enorme – lembra Ademir.

Em 2018, a Copa do Brasil aumentou a premiação para os clubes participantes. Segundo o treinador, uma motivação para a disputa do torneio.

– A Copa do Brasil é o campeonato mais democrático do país e abre espaço para que clubes de menor investimento, sobretudo os de fora da região sudeste, possam ser vistos nacionalmente. O retorno vai muito além do financeiro, é de representatividade também. Tudo isso é mais uma grande motivação para voltar a surpreender na competição, pois valoriza ainda mais o trabalho de todos aqui e ajuda no crescimento do clube.

Mais: Sorteio de confrontos e mandos de campo da Quarta Fase será no dia 19.

Juntando as duas fases disputadas, o Tubarão da Barra somou um valor de R$1,1 milhão em cotas de participação. Quantia que ajudará muito a equipe, acredita o treinador.

– Representa muito para um clube como o Ferroviário, que busca crescer no cenário estadual e nacional. Este valor vai ajudar muito. Pode significar o investimento de uma temporada inteira para um time deste porte.

– Tudo pode acontecer e sabemos que não será fácil, pois enfrentaremos uma equipe qualificada e vamos precisar buscar o resultado fora de casa, já que empatamos aqui. Mas, como falei anteriormente, a motivação é grande, sobretudo pelo que já passamos até aqui na competição. Mostramos que podemos surpreender e esperamos que isso aconteça novamente – finalizou.

Na Primeira Fase da atual edição, o Tricolor conquistou a classificação após vencer o Confiança por 2 a 1, no Presidente Vargas, em Fortaleza (CE). Já na Segunda Fase, enfrentou o Sport e começou perdendo a partida por um placar de 3 a 0. No segundo tempo, aos 30 minutos, iniciou a reação. Aos 41 minutos da etapa final, o time cearense já havia empatado o confronto. Nos pênaltis, conquistou a vitória por 4 a 3.

Nesta quinta-feira (15), o Ferroviário enfrenta o Vila Nova no Serra Dourada. A primeira partida terminou empatada em 1 a 1.

Leia mais:

Campanha do Ferroviário na Copa do Brasil 2018

Ferroviário e Vila Nova empatam no jogo de ida

Copa do Brasil: Bruno Colaço, herói do Ferroviário