Rondônia - 18 de outubro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Fabiana se dá mal e tenta acordo com Clara em O Outro Lado do Paraíso: “Estou farta dessa pobreza”

Fabiana se dá mal e tenta acordo com Clara em O Outro Lado do Paraíso: “Estou farta dessa pobreza”

Fabiana (Fernanda Rodrigues) em O Outro Lado do Paraíso (Foto: Globo/Raquel Cunha)Fabiana (Fernanda Rodrigues) em O Outro Lado do Paraíso (Foto: Globo/Raquel Cunha)

Falida, Fabiana (Fernanda Rodrigues) vai ficar desesperada com a pobreza e tentará um acordo com Clara (Bianca Bin) nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, novela das nove da Globo. A megera se dará mal porque a mocinha estará sendo sustentada por Patrick (Thiago Fragoso) e não precisará da fortuna.

A sequência terá início quando Fabiana “enjoar” de ser pobre. “Estou farta de viver nessa pobreza. Pizza. Sabe quantas vezes pedia pizza? Raramente, e por causa dos meus filhos. Adolescente adora junk food. Eu só comia do bom e do melhor. Foie gras, quando foi a última vez que comi foie gras?. Os bens da Clara estão bloqueados. Eu imaginei que ela viria correndo suplicar por um acordo”, dirá ela a Renato.

“Esqueceu do teu primo Patrick? Ele tem grana. Deve tar segurando a Clara. Um processo desse tamanho, não se resolve de uma hora pra outra. A Clara pode recorrer. Pode demorar anos. Mesmo com os bens bloqueados, se o Patrick segurar a situação financeira dela”, explicará o médico.

“Não quero esperar anos. Quero aproveitar, comprar vestidos, bolsas, sapatos… Preciso do dinheiro agora”, lamentará Fabiana, que decidirá: “Tentaremos um novo acordo. Com os bens bloqueados, a Clara vai topar. Sabe que perderá o processo. Melhor ganhar menos que ficar sem nada”.

+ Autor culpa colaborador por transformar mulher em transexual na novela das nove

No capítulo seguinte, a neta de Beatriz (Nathalia Timberg) irá à casa de Clara negociar o acordo. “Cê tem certeza do que resolveu?”, questionará Renato antes de entrar. “Tenho sim. É melhor um pássaro na mão do que dois voando. Não quero passar a vida toda de processo em processo. Toca logo essa campainha. Faz favor”, ordenará ela, que será ironizada pela novo companheiro: “Às vezes cê é tão simpática”.

O casal de vilões será recebido por Clara, que ficará surpresa com a visita. “A casa parece em boas condições. Ter os bens bloqueados não alterou seu padrão de vida, Clara”, observará Fabiana. “O Patrick está me emprestando dinheiro para viver”, explicará a mocinha. “Emprestando não. Meu primo está bancando você. Eu devia ter imaginado quando vi os dois juntos”, responderá a vilã.

“Diga, Fabiana, a que devo a honra desta visita? Não ia aparecer à toa”, dirá a neta de Josafá (Lima Duarte). “Não vai oferecer um café, um suco? Talvez eu aceite um suco”, falará a Fabiana. “Se quiser suco, vá tomar na sua casa. Ou num bar, num restaurante. Não quero perder tempo com conversa inútil”, rebaterá a vingativa.

“Como é delicada. Bem se vê que veio da pobreza. Quando trabalhou como minha empregada, Clara, mostrava boas maneiras. Mas, ah sim, queria me enganar para roubar as pinturas”, vai disparar Fabiana. “Eu não roubei. Elas me pertenciam. Sua avó me doou cada uma delas. Só fui pegar na sua casa, onde estavam bem escondidas. Tanto que você não sabia da existência delas”, argumentará Clara. “Pode ser acusada de roubo”, responderá a vilã.

“Cês vão brigar, quando a gente tem assuntos mais importantes pra tratar?”, vai intervir Renato, que completará: “Teus bens tão bloqueados, Clara. Não pode tirar um centavo do banco. Até o final do processo”. “A audiência final está marcada. Eu tenho tudo para ganhar. Mas fiquei pensando, você pode recorrer. Creio que não estou contando nenhuma novidade”, comentará Fabiana.

Clara dirá que caso perca, irá recorrer. A megera, então, fará a proposta para um acordo. “Vai perder, Clara. Estava internada em um hospício como louca, o Renato me deu detalhes. Minha avó também estava interditada. Uma louca não pode doar bens tão valiosos à outra louca. Mas eu não sou boba. Se recorrer, esse processo pode se arrastar por anos. Estou falida. Eu gosto do luxo. Sinto falta de ir para spas maravilhosos ao redor do mundo, de passar cremes fantásticos na minha pele, de viver em algum lugar muito luxuoso. O dinheiro dele, como médico, não dá. Eu e o Renato conversamos muito, Clara”, admitirá ela.

“Estou surpreendida que tenha feito alguma pausa para ele falar”, vai ironizar a mocinha. “Tamos dispostos a fazer um acordo. Meio a meio. Cê nos dá metade do que ganhou com as telas. E fica com a outra metade”, explicará Renato.

Neste momento, Patrick descerá as escadas e dará um “não” para a prima. “Sem acordo. A Clara não fará nenhum acordo”, dirá o advogado. “Esta é nossa última proposta. O julgamento já tem data para acontecer. Vai perder tudo, Clara”, falará Fabiana. “Quando perder, não vai ter como provar que pode sustentar teu filho. Nunca vai conseguir a guarda do Tomaz”, completará o médico.

“Patrick…”, falará Clara, tentada a aceitar a proposta. “Sem acordo”, decidirá Patrick. “Eu queria resolver por bem. Não quer. Fico com tudo! Nos vemos no tribunal”, avisará Fabiana, que sairá com Renato.

A mocinha pedirá a Patrick para ir atrás dos vilões aceitar o acordo, mas ele se manterá resistente à proposta. “Eu ia aceitar o acordo. Eu poderia entrar com o processo pela guarda do meu filho, imediatamente. Patrick, foi muito radical. Vá até eles e diga que…”, falará Clara. “Não, Clara. Sei o que estou fazendo. Eu vou ganhar esse processo”, prometerá o advogado, que finalizará: “Confie em mim. Eu sei que estamos separados. Que você ama outro homem. Que não devo ter mais esperanças. Ainda assim, quero o melhor para você. Confie em mim. Eu vou recuperar o seu dinheiro”.

As cenas vão ao ar em O Outro Lado do Paraíso nos capítulos dos dias 09 e 10 de abril.

SIGA O TVFOCO NO INSTAGRAM E FIQUE POR DENTRO DE TUDO! CLIQUE/TOQUE AQUI.