Rondônia - 25 de Abril de 2018
Home / Notícias / Nordeste / Maranhão / Governo assina convênio que vai beneficiar 2 mil famílias com incentivo à agricultura familiar – Maranhão

Governo assina convênio que vai beneficiar 2 mil famílias com incentivo à agricultura familiar – Maranhão

imagem21-03-2018-05-03-12

imagem21-03-2018-05-03-13

Convênio foi assinado nesta terça-feira (20) entre Governo e Fetaema. (Foto: Gilson Teixeira)

Nesta terça-feira (20), o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), assinou convênio no valor de R$ 8 milhões para incentivo à agricultura familiar no estado. O convênio foi firmado com a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar do Estado do Maranhão (FETAEMA), e, além da cooperação técnica, vai oferecer fomento financeiro para os agricultores familiares de todo o estado.

“Nós temos uma política de apoio à agricultura familiar, que vai desde à criação da SAF até uma série de ações de assistência técnica, apoio à fiscalização, infraestrutura e vamos dar mais um passo que é esse termo de cooperação que vai ampliar a assistência técnica aos trabalhadores rurais, melhorando a qualidade de vida deles”, destacou o governador Flávio Dino.

Desde 2015, já foram cerca de R$ 40 milhões destinados à agricultura familiar no Maranhão, que tem modificado o cenário de desenvolvimento do campo. “É evidente que o Estado do Maranhão está se transformando em um celeiro agrícola e isso, para a Federação, representa muito porque vai beneficiar mais de 2.000 famílias de trabalhadores e trabalhadoras em todo o estado”, afirmou o presidente da Fetaema, Chico Miguel.

Cooperação

imagem21-03-2018-05-03-16

Convênio foi assinado nesta terça-feira (20) entre Governo e Fetaema. (Foto: Gilson Teixeira)

De acordo com o titular da SAF, Adelmo Soares, o convênio terá duas fases. Na primeira, 600 famílias serão atendidas e a previsão é que o cadastro dos beneficiados já comece em abril deste ano.

“Inicialmente vamos começar com 600 famílias em três pólos e a expectativa é atender 2.000 famílias. Haverá licitação para seleção das entidades que irão a campo e em abril devemos iniciar esse cadastro”, explicou o secretário.

Segundo o secretário de Direitos Humanos e Participação Popular, Francisco Gonçalves, o termo celebra parceria exitosa que o Governo do Maranhão mantém com os movimentos sociais.

“É um movimento que está junto com o Governo na luta contra o conflito no campo e esse momento é um ato que incentiva o desenvolvimento de famílias que tanto precisam”, afirmou Gonçalves.

Comentários

Comentários

noticias doidas