Rondônia - 19 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Palmeiras / Notas de Botafogo 1 x 1 Palmeiras | Palmeiras

Notas de Botafogo 1 x 1 Palmeiras | Palmeiras

Jailson: 5,0
Até tu, Jailsão?! Errou reposição, falhou em saídas de gol… Talvez o pior jogo dele pelo Palmeiras.

Marcos Rocha: 5,0
Se limitou a defender. Não deu muitos espaços, mas foi mal na saída de bola. Deu muito bicão ao invés de tentar o passe (principalmente na etapa inicial).

Antônio Carlos: 5,5
Hoje não falhou, mas passou a “honra” ao companheiro de zaga.

Thiago Martins: 4,0
Teve a chance de “consertar” a falha de Felipe Melo, mas ficou com medo de tomar uma bolada e virou de costas. Inaceitável para um zagueiro.

Diogo Barbosa: 5,0
Sua evolução física é notória. Agora falta a técnica.

Felipe Melo: 4,0
Falhou feio no lance do gol. Além disso, cadenciou muito a saída de bola, sempre tocando de lado ou para trás. Faltou objetividade no passe.

Bruno Henrique: 5,0
Quando não aparece como fator surpresa no ataque, mal é notado em campo.

Moisés: 5,0
Mesmo com pouco tempo em campo, não rendeu o que pode.

Lucas Lima: 3,5
Ao que parece foi sua última partida como titular. Será inexplicável seguir entre os 11 depois de hoje.

Guerra: 7,0
Entrou e mudou o jogo. Tem que ser titular.

Dudu: 6,0
Péssimo primeiro tempo. Melhorou muito no segundo, inclusive dando o passe para o gol de Guerra.

Willian: 4,5
Está em péssima fase técnica. Erra tudo que tenta. Só vontade não basta.

Deyverson: 4,5
Teve quase 30 minutos para mostrar serviço e não aproveitou.

Keno: 6,5
O atacante mais perigoso ao longo dos 90 minutos.

Roger Machado: 4,5
Jogou 45 minutos fora ao insistir na titularidade de Lucas Lima. Além disso, o primeiro tempo foi sofrível, com um toque de bola absolutamente improdutivo. Na etapa final melhorou um pouco, mas novamente a vitória não veio por causa de uma falha bisonha do sistema defensivo. Hoje foi a vez de Thiago Martins e Felipe Melo entregarem. O volante tem um pouco mais de crédito, mas o zagueiro cuja titularidade é injustificável. Ou cria coragem e muda, ou…