Rondônia - 18 de outubro de 2018
Home / Notícias / Opinião / Artigos / Poemas de Oduvaldo Matta resgatados por familiares, em forma de livro, encanta pelos poemas líricos carregados de emoção

Poemas de Oduvaldo Matta resgatados por familiares, em forma de livro, encanta pelos poemas líricos carregados de emoção

De textos floreados com linguagem pré e modernistas, o livro “Sob a Luz de Antares”, de Oduvaldo Matta, é um reflexo dos sentimentos do autor. Seus poemas surpreendem a cada trecho com sua beleza  e capturam a preocupação em restaurar o lugar da humanidade no mundo.

Os temas básicos são desenvolvidos por ele sobre o sentimento que tinha sobre os ideais românticos que encontrava nas emoções humanas como uma fonte de conhecimento genuíno.

Enquanto passava por duas guerras, ditaduras, em um mundo de idéias totalitárias e opressivas, Matta conseguiu criar poemas carregados de romantismo. Poemas, como os que estão na peça de teatro “Alvorada”, que nasceram de fatos dos horrores e dores da guerra, mas que levam uma mensagem de amor, dos sentimentos de humanidade daqueles que enfrentam a morte numa guerra, matando ou salvando, para no fim preservar a vida.

Como nas poesias do início do século XX, de onde ele traz a linguagem para desenvolver seus temas, as relações e existências humanas são estendidas ao homem, que ainda mantém a fé e os valores cristãos – em especial no que se trata de religião e família.

Oduvaldo Matta, que iniciou sua vida profissional na área química, junto com a esposa resolveu se dedicar à educação fundando um colégio no Rio de Janeiro. A paixão pelas letras, pela arte e pela educação foi passada pelo pai.

“Sob a Luz de Antares” é uma obra prima atemporal, como os sentimentos de amor que ele descreve.