Rondônia - 19 de outubro de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Governo divulga chamamento público para parceiras no programa Conecta Mato Grosso

Governo divulga chamamento público para parceiras no programa Conecta Mato Grosso

O Governo do Estado, por meio da Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), divulgou edital de chamamento público para empresas privadas interessadas em ser parceiras no programa estadual Conecta Mato Grosso, que levará acesso a internet em espaços públicos ao cidadão mato-grossense. 

O documento foi publicado no Diário Oficial que circula nesta quarta-feira (16.05). A empresa selecionada deverá fornecer internet, por meio de sistema wifi, nas localidades da Arena Pantanal e nos parques Mãe Bonifácia, Massairo Okamura e Zé Bolo Flô.

Os interessados poderão se inscrever a partir desta quinta-feira (17.05) até o dia 23 de maio, das 13h às 19h, na Empresa Mato-grossense de Tecnologia da Informação (MTI), localizada no Centro Político Administrativo, em Cuiabá. 

O edital completo do chamamento público está disponível no site do MTI, no endereço www.mti.mt.gov.br. O resultado da seleção será divulgado no dia 29 de maio. “Com este modelo de parceria, mesmo com a crise financeira que o Brasil vem enfrentando, em nenhum momento recuamos de levar este serviço ao cidadão. O Governo do Estado encontrou este modelo de Patrocínio Privado Direto, não gerando nenhum gasto financeiro para a administração pública”, disse o diretor-presidente do MTI, Evaristo Fava. 

O programa Conecta Mato Grosso tem o objetivo de disponibilizar acesso à internet aos cidadãos, por meio de wifi livre, em espaços públicos provendo a inclusão digital e criando referência para projetos congêneres futuros em demais órgãos e espaços públicos como, praças, escolas e parques urbanos, mediante acordos de patrocínio privado direto. O Conecta Mato Grosso é um projeto em parceria com a Secretaria de Planejamento (Seplan), MT Par, Gabinete de Comunicação (Gcom) e MTI.

“O projeto vem atender uma diretriz do nosso governador para que possamos trazer soluções que visam contribuir para o governo digital, pois cabe ao Poder Público promover medidas de inclusão digital. Este projeto permite, de uma certa forma, a democratização da internet promovendo, principalmente a inclusão social. Por meio da internet, as barreiras e desigualdades sociais desaparecem de certa forma, pois a distância para todos os usuários é de apenas um clique”, disse o diretor-presidente do MTI.