Rondônia - 19 de outubro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Boicotado, Evandro Santo diz que trabalho no ‘Pânico’ foi como “prostituição”

Boicotado, Evandro Santo diz que trabalho no ‘Pânico’ foi como “prostituição”

Recentemente demitido do ‘Melhor da Tarde’, na Band, Evandro Santo falou sobre sua tragetória profissional em entrevista ao Programa do Porchat. O humorista, que trabalhou por dez anos com a equipe do ‘Pânico’, na Rede TV! e também na Rede Bandeirantes expôs mágoas dos tempos do semanal.

Santo contou que os piores momentos de desconforto que viveu no ‘Pânico’ tiveram relação com a exposição de sua história de vida. “Queriam me colocar em uma matéria de dia das mães. Saí de casa cedo, fui expulso, então não falo com a minha mãe e não queria fazer isso. Daí, recebo uma ligação de Uberaba e me avisam que minha mãe estava em São Paulo. Avisei que não ia fazer isso, porque tenho que resolver isso em privado. Não fui na gravação e minha mãe voltou pra casa dela”, contou para posteriormente dar detalhes do que considerou boicote nos bastidores. “Depois disso, eu gravava as matérias e nada ia pro ar. Fui colocado na geladeira, então para voltar sugeri que eles fizessem um quadro procurando o pai que não conheço. Nem assisti a matéria, e percebi ali que estava me prostituindo para conseguir atenção”, desabafou.

Evandro Santo fez parte da equipe do ‘Pânico’ entre os anos de 2007 e 2017.