Rondônia - 26 de Maio de 2018
Home / Notícias / Política / CDH debate fechamento de agências dos Correios e demissão de funcionários

CDH debate fechamento de agências dos Correios e demissão de funcionários

Em audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), o presidente dos Correios, Carlos Fortner, admitiu estudos ainda em andamento que apontam o fechamento de quase 500 agências no Brasil. Fortner explicou que a maioria dos atuais 12.700 pontos de atendimento opera em prejuízo e, muitas vezes, as agências estão próximas umas das outras. O novo modelo deve fortalecer as lojas franqueadas e contar com quiosques, unidades móveis e aplicativos na internet. Segundo Fortner, o objetivo é melhorar o serviço e tornar a empresa mais ágil e competitiva. Já os sindicalistas ligados à empresa temem que as medidas busquem facilitar a privatização da empresa e a demissão de até 5.300 funcionários nos próximos anos. Para o senador Paulo Paim (PT – RS), o governo deve levar em conta o aspecto social dos Correios. Ele anunciou a criação de uma comissão formada por trabalhadores e dirigentes para acompanhar a situação da empresa. O presidente dos Correios ainda se manifestou contra a privatização da empresa e se comprometeu a não demitir funcionários neste ano. A reportagem é de George Cardim, da Rádio Senado.