Rondônia - 26 de Maio de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / STJD se recusa a analisar pedido palmeirense de anular final do Paulista contra o Corinthians

STJD se recusa a analisar pedido palmeirense de anular final do Paulista contra o Corinthians

1.8 mil
visualizações

31 comentários


Comunicar erro

Corinthians já levantou troféu e foi até à quadra da Gaviões festejar

Corinthians já levantou troféu e foi até à quadra da Gaviões festejar

Foto: Reprodução Instagram/Gaviões da Fiel

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) se recusou, por ora, a analisar o pedido do Palmeiras de anulação da final do Campeonato Paulista. Em outras palavras: o Corinthians segue como atual campeão estadual mesmo diante das diversas tentativas do arquirrival de impugnar o resultado por meio de “tapetão”.

De acordo com informações publicadas nesta quinta-feira pelo portal GloboEsporte.com, o presidente do STJD, Ronaldo Piacente, indeferiu o mandado de garantia do Palmeiras. O entendimento é de que primeiro o Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) precisa terminar de analisar o caso. Somente então o órgão nacional cogitaria entrar na polêmica.

A divergência se deu porque o Palmeiras entrou ao mesmo tempo com dois pedidos: o já citado no STJD e também um recurso no TJD-SP – este último como resposta à negativa do órgão paulista ao Palmeiras emitida no último dia 4. O entendimento do Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo foi de que já não havia mais prazo legal para a solicitação palmeirense.

Agora então cabe ao TJD-SP analisar o tal recurso. A tendência é isso acontecer apenas a partir da semana que vem, quando o presidente do órgão, Antonio Olim, volta de viagem.

O Palmeiras tenta anular a decisão do Paulistão se apoiando na teoria de que a arbitragem recebeu informações externas para somente então anular pênalti mal assinalado de Dudu em Ralf. O clube alviverde ainda tem duas instâncias para recorrer caso o TJD-SP realmente se recuse a acatar o tal pedido: o Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro, e a Corte Arbitral do Esporte, na Suíça.

Veja mais em:
Dérbi e Campeonato Paulista.