Rondônia - 22 de agosto de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Perícia analisa dispositivos eletrônicos de suspeitos de pedofilia

Perícia analisa dispositivos eletrônicos de suspeitos de pedofilia

A Gerência de Perícias em Computação Forense da Politec analisa os celulares e discos rígidos apreendidos durante a Operação Luz na Infância 2, deflagrada nesta quinta-feira (17.05). A operação ocorre em âmbito nacional, conduzida pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública (MESP), e prendeu três pessoas no Estado de Mato Grosso acusadas de baixar, armazenar e compartilhar imagens de pornografia infantil.

Em Cuiabá, três peritos criminais da Politec participaram dos mandados de busca e apreensão de pessoas suspeitas de armazenamento de conteúdo pornográfico infantil.

As ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Alto Garças e Barra do Garças. As buscas foram realizadas em comércios e residências. No local, os peritos realizam uma varredura nos dispositivos em busca de arquivos com características de pedofilia e caso seja encontrado o material, o suspeito pode ser preso em flagrante.  

Os profissionais  que acompanharam as buscas, fizeram análise do conteúdo e constataram que além de receber e baixar, os suspeitos compartilhavam imagens pornográficas de crianças e adolescentes a outros usuários na rede.

Os alvos foram identificados pela Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Segurança Pública e repassados à Diretoria da Polícia Civil, por meio da Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), que representou judicialmente pelos mandados, com base em elementos coletados em ambientes virtuais referentes a pornografia infantil.

(Com informações da PJC-MT)