Rondônia - 20 de junho de 2018
Home / Notícias / Esportes / Confederação Brasileira de Futebol / Edu Gaspar fala em ansiedade para ter todo o grupo – Seleção Brasileira

Edu Gaspar fala em ansiedade para ter todo o grupo – Seleção Brasileira

Eram 14h quando Edu Gaspar, coordenador de Seleções da CBF, sentou-se à mesa diante de dezenas de jornalistas no centro de mídia, em anexo ao campo um da Granja Comary, em Teresópolis. Coube a Edu inaugurar o espaço e conceder a primeira coletiva de imprensa do período de preparação da Seleção Brasileira em seu centro de treinamento oficial. O coordenador falou sobre as primeiras horas de concentração e a expectativa para os dias que precedem à Copa do Mundo.

– Estamos seguros nas decisões até agora. É um passo importante em nossas carreiras. Tudo foi muito bem controlado. A gente se dedicou muito para estar com esse grau de segurança. Também estou ansioso como muitos. Mas pode ter certeza que tudo foi muito bem pensado e discutido até agora – disse Edu ao explicar sobre o nível de preparação da equipe brasileira.

O coordenador citou a própria relação com a imprensa, de total transparência, como uma dessas decisões acertadas.  

– Decidimos criar uma relação bacana com a imprensa, não criar um ambiente fechado, de distância. Tudo isso também foi discutido. Pensamos em tudo para agora dar continuidade. Nós seremos sempre transparentes.

Ainda sobre a preparação para a Copa do Mundo, Edu ressaltou o papel do treinador da seleção, Tite, no processo de resgate do orgulho nacional pela Amarelinha.

– Tite vive um momento espetacular. Ele está bem em todos os sentidos, e trouxe essa virada de autoestima. Temos um grande treinador – elogiou.

Perguntado sobre a lista de convocados com poucas contestações, diferente de outros anos, o coordenador disse que esse é um fato extremamente positivo. Edu aproveitou e pediu para deixarmos de ser receosos diante das situações favoráveis.

– Temos que parar de ter medo da positividade. Parar de ter medo de dizer que o Brasil é um dos favoritos. Temos que ser realistas. Assumir responsabilidade não tem problema. Mas isso não pode ser um peso. É bom não ter contestações, sim. Assumir a responsabilidade da positividade. Não torná-la um peso acima do normal.

Edu contou que ainda não teve muito contato com os jogadores que já se apresentaram, mas revelou que o objetivo é dar continuidade ao bom momento vivido por eles em seus clubes.

– A maioria está chegando com a autoestima muito boa por conta do momento de destaque em seus clubes Queremos continuar com esse clima. Aos que estão chegando de lesão, vamos dar confiança para eles retomarem o crescimento. Nossos médicos e preparadores estão otimistas em relação à recuperação de Neymar, por exemplo.

Sobre a Copa do Mundo, Edu admitiu estar ansioso, principalmente, para ter todo o grupo reunido e trabalhando junto. Segundo ele, isso fortalece ainda mais a preparação. Edu espera que a seleção, acima de tudo, transmita ao povo brasileiro bons conceitos.

– Temos a responsabilidade de passar uma mensagem para nosso povo. De uma equipe correta, lutadora. Dar o exemplo. Eu desejo que o brasileiro, quando olhar para nós, sinta-se orgulhoso. Representado. Não é só resultado, lógico que é importante, mas também temos que passar outras mensagens para a sociedade – afirmou Edu, que admitiu a possibilidade da realização de um treino aberto na Granja Comary.   

MAIS SOBRE O PRIMEIRO DIA DA SELEÇÃO NA GRANJA COMARY:

Seleção Brasileira: chegada dos jogadores à Granja Comary