Rondônia - 20 de junho de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Banda Salomanos chega a Primavera do Leste pelo Circula MT

Banda Salomanos chega a Primavera do Leste pelo Circula MT

Com incentivo do edital Circula MT, da Secretaria de Estado de Cultura, uma das bandas mais representativas do movimento hip hop mato-grossense, a banda Salomanos, inicia neste fim de semana a circulação da turnê “O caminho”. A primeira parada é em Primavera do Leste, nos dias 25 e 26 de maio. No primeiro dia, realizam oficina e no sábado, fazem show gratuito a partir das 19h, na Concha Acústica da Praça Adão Donin.    

Uma ótima oportunidade para o público de Primavera conhecer a produção do grupo dedicado a experimentações musicais marcadas pela fusão do rap, reggae e rock e que versa sobre o cotidiano e os contrastes sociais. Na sequência, é a vez do público cuiabano. No dia 1º de junho, também haverá show gratuito, no Sesc Arsenal.

As letras da Salomanos retratam o cenário e os conflitos da periferia e incorporadas à sonoridade urbana, configuram-se como hinos de positividade e autoestima. A música é uma das artes mais populares e uma das ferramentas mais eficazes de transformação social. É nisto que apostam os músicos P. Brother (vocal), Fabrício Pimenta (guitarra), Igor Carvalho (contrabaixo elétrico) e Vinícius Barros (bateria) ao idealizarem as músicas da banda.

De acordo com o vocalista, P. Brother, a circulação por cidades mato-grossenses marca uma nova fase. “Depois do primeiro disco lançado, o Nossas Raízes, nos sentimos ainda mais envolvidos pelas potencialidades e inventividade da música e poder divulgar este trabalho a vários públicos nos deixa com o ânimo renovado e nos dá ainda mais entusiasmo para continuar criando”, declara.  

A banda segue empenhada em pesquisar novas sonoridades e agregar ainda mais valores ao trabalho. “A referência sonora do grupo contém toda a diversidade cultural típica do nosso país, permeada por experimentalismos e letras que criticam de forma contundente o flagelo social que envolve as comunidades periféricas e que são sonoramente ignorados por todas as esferas do poder. Falamos sobre conflitos entre classes e o cotidiano da periferia”, diz com a propriedade de quem vivencia essa realidade.

Oficina  

Como o som une poesia a uma pulsação veloz, um dos traços mais significativos não figura só na melodia e harmonia, mas especialmente no texto e linha vocal. Para tratar desta nuance da música inspirada pelo movimento hip hop, a circulação do projeto aprovado pelo edital Circula MT, da Secretaria de Estado de Cultura, inclui uma oficina gratuita de rimologia.

Com duração de três horas, os facilitadores da banda contextualizam a história do movimento baseado em quatro elementos, o break, grafite, DJ, e o MC e logo, convocam os presentes para a prática musical. 

É a partir daí que os participantes aprendem a fazer rimas nos formatos de escrita, rimas diretas, intercaladas e rimas casadas, além de tipos de levada (forma de cantar). Para arrematar o processo de composição compartilhado, ao final, uma base sampleada servirá de bit para os MCs. Para esta atividade de formação, são disponibilizadas 30 vagas e a classificação indicativa é de 12 anos em diante.

Em Primavera, será na sexta-feira (25), no Núcleo Municipal de Música, localizado na avenida Minas Gerais, das 19 às 22h. As inscrições devem ser feitas na Secretaria de Cultura do município.    

Confira o trabalho da banda:

Youtube: salomanosoficial

Instagram: @salomanosoficial
Facebook: @salomanosoficial
Palco MP3: salomanosoficial
Soundcloud: salomanosoficial