Rondônia - 18 de outubro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Educação – Projeto desenvolvido por aluna de Colégio Militar de Rondônia é destaque em eventos internacionais – Rondônia

Educação – Projeto desenvolvido por aluna de Colégio Militar de Rondônia é destaque em eventos internacionais – Rondônia

imagem22-05-2018-22-05-38

Ana Luísa é aluna do Colégio Tiradentes unidade Jacy-Paraná

De uma tarefa simples em sala de aula no colégio Tiradentes da Polícia Militar Unidade II, que fica no distrito de Jacy-Paraná em Porto Velho, capital de Rondônia, a aluna Ana Luísa da Silva Calmão transformou em um projeto científico que tem ganhado espaço dentro e fora do país em feiras científicas internacionais.

Ana Luísa, que é mineira e veio para Rondônia em 2015, conta que estava na sala de aula em 2016, quando a professora que ministrava a disciplina pediu para os alunos desenvolverem um projeto onde englobasse sustentabilidade e reaproveitamento, quando surgiu a ideia de desenvolver algo que pudesse reaproveitar alimentos que são produzidos na região, que é formada por sua maioria por agricultores familiares.

Começou a utilizar sementes de abóbora, melão e melancia que eram descartados para produzir barra de cereais, por uma questão nutritiva do produto foram acrescentadas também sementes de girassol e gergelim. Alunos do colégio passaram a colaborar com o projeto levando as sementes iam para lixo para serem utilizadas no desenvolvimento do projeto na escola.

Segundo a diretora do colégio Tiradentes da Polícia Militar, capitão PM Érika Josiani Ossuci, naquele mesmo ano o projeto foi inscrito na Feira Científica de Inovação e Tecnologia, realizada em Porto Velho, quando foi selecionado para representar o Brasil no 2º Encontro Latino Americano “Semilheiros” na Colômbia em Valledupar, realizada no final do mês de setembro de 2017. Nesse encontro participaram outros países como o México, Paraguai e outros.

Na Colômbia o projeto foi premiado e também garantiu vaga para representar o Brasil na Cidade de Panamá, no 1º Encontro Latino Americano “Semilheiros”, Grupos e Líderes de Investigações, que foi realizado no período de 7 à 11 deste mês. O projeto já tem presença confirmada também em uma feira científica que será realizada no Paraguaio em junho do ano que vem.

A capitão Ossuci disse que os alunos só precisam de um incentivo para botar a criatividade em prática, exemplo disso são os projetos são desenvolvidos no colégio Tiradentes pelos alunos com o suporte dos professores que não medem esforços para auxiliar os alunos em seus projetos.

Ana Luísa disse que a experiência participar de feiras nacionais e internacionais, lhe dá a oportunidade de conversar e trocar ideias com outros alunos de outros países, tem enriquecido ainda mais o seu aprendizado e sua cultura, “o projeto já me levou para vários países”, disse q aluna que cursa o 2º ano do ensino médio da rede pública de ensino de Rondônia. A professora de química, Ailnete Mário do Nascimento, que tem auxiliado a aluna, disse que a ideia é agregar outros alunos no projeto que tem mudado constantemente.

O custo de produção de uma barra de cereal, custa menos de 0,50 centavos e desde que o projeto teve início o produto já passou por várias mudanças.

4ª Ferocit está com inscrições abertas

As inscrições da 4ª Feira de Rondônia Científica de Inovação e Tecnologia (Ferocit), realizada pela secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc), encontram-se abertas até o dia 10 de junho deste ano e pode ser feita no site: www.ferocit.ro.gov.br

A Ferocit será realizada em Porto Velho no período de 29 a 31 de agosto. Segundo o professor Ederson Rodrigues, esse ano a feira passa a ser internacional e contará com representantes de outros estados da federação e de outros países que já confirmaram presença.

Leia mais notícias de Educação