Rondônia - 19 de agosto de 2018
Home / Notícias / Destaque / Governo de Rondônia paga servidores nesta quinta-feira e injeta R$ 250 milhões na economia local

Governo de Rondônia paga servidores nesta quinta-feira e injeta R$ 250 milhões na economia local

O Governo de Rondônia antecipou para esta quinta-feira (24) o pagamento da folha de salário dos servidores públicos estaduais, que vai injetar R$ 250 milhões na economia local, facilitando a vida do funcionalismo em seus compromissos e movimentando o comércio, que agradece o aquecimento nas vendas.

imagem23-05-2018-15-05-35

O secretário de Finanças, Franco Ono, anunciou a antecipação do pagamento da folha dos servidores para esta quita-feira (24)

De acordo com o secretário de Finanças (Sefin), Franco Ono, a decisão de antecipar o pagamento da folha é resultado de um esforço conjunto do Governo com os bancos, em vista do feriado em Porto Velho, e atende a uma decisão direta do governador Daniel Pereira. Ele explica que tudo só está sendo possível graças ao esforço da Administração em adotar um modelo de gestão austero e enxuto, que trabalha nos limites de um modelo de governança pública de resultado, que privilegia o interesse público.

O secretário citou os reflexos da crise econômica do País sobre os estados e sua política fiscal, revelando grandes dificuldades desses entes para honrar seus compromissos, a exemplo do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, etc, que a estão parcelando as folhas de pagamento atrasadas de seus servidores.

Além disso, segundo ele, muitos desses estados deixaram de pagar fornecedores e prestadores de serviços, aumentando ainda mais a pressão sobre a economia e o desgastes dos gestores, que perdem a credibilidade e ganham a desconfiança geral.

Neste ponto, segundo Ono, Rondônia se destaca por manter sua receita em trajetória de crescimento, mesmo em patamar pequeno (1,5%), sem considerar a estimativa de índice da Lei Orçamentária Anual (LOA), mas longe da estagnação. E assim, com investimentos em tecnologia e na melhoria do sistema e arrecadação, aumentando a receita e diminuindo as despesas, o Estado vem conseguindo honrar todos os seus compromissos e ainda manter e fazer novos investimentos, num cenário sem similar no contesto econômico do País.