Rondônia - 22 de outubro de 2018
Home / Notícias / Sudeste / São Paulo / Centro Lucy Montoro Santos terá robô com tecnologia 100% nacional | São Paulo

Centro Lucy Montoro Santos terá robô com tecnologia 100% nacional | São Paulo

Nesta quarta-feira (13), o governador Márcio França acompanhou a apresentação do Vivax, um equipamento de robótica que possibilita movimentos tridimensionais dos membros superiores até então não alcançados por nenhuma tecnologia do mundo. A cerimônia aconteceu no Centro de Reabilitação Lucy Montoro Santos, em comemoração aos 4 anos de funcionamento da unidade.

Além de França, estiveram presentes a secretária de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Linamara Rizzo Battistella, o diretor do Centro de Reabilitação Lucy Montoro Santos, Celso Vilella Matos, e o engenheiro idealizador do Vivax, Antonio Makiyama.

Desde o início de funcionamento da Rede Lucy Montoro em Santos, foram realizados cerca de 170 mil atendimentos e dispensados mais de 9 mil órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção. A novidade é 100% nacional e foi idealizada pelo engenheiro brasileiro Antonio Makiyama, com financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Pioneira em uso de robôs na reabilitação, a Rede Lucy Montoro já conta com um equipamento Vivax na unidade Vila Mariana da capital paulista. Esta tecnologia possibilita uma amplitude do movimento do braço até então não alcançada em nenhuma tecnologia existente no mundo, ao permitir movimentos tridimensionais mais realistas e próximos às atividades cotidianas dos pacientes.

Entre as vantagens da nova tecnologia está o fato de o aparelho ser portátil e pesar apenas 15 quilos (cerca de 7 vezes mais leve do que os equipamentos disponíveis no mercado), aproximando a tendência de os pacientes utilizarem a robótica em casa.

Além de ser mais vantajoso no peso, o robô apresenta um custo significativamente inferior a um equipamento similar no mercado e permite maior feedback auditivo e visual ao disponibilizar games mais atrativos. A novidade é voltada para vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC), pessoas com paralisia cerebral, lesão encefálica, lesão medular, traumatismo craniano e doenças degenerativas.

Criada em 2008, a rede conta atualmente com 17 unidades em funcionamento em todo o Estado que realizam mais de 100 mil atendimentos por mês e 3 unidades futuras.

A Rede de Reabilitação Lucy Montoro oferece reabilitação às pessoas com deficiência ou doenças potencialmente incapacitantes através de uma equipe multidisciplinar, composta por médicos fisiatras, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, assistentes sociais e outros profissionais especializados em reabilitação.

Em 2014, a Rede de Reabilitação Lucy Montoro se tornou a primeira instituição brasileira a conquistar a acreditação da Commission on Accredition of Rehabilitation Facilities (CARF).