Rondônia - 21 de outubro de 2018
Home / Notícias / Concursos / Concurso TJ-TO 2018: Definida banca organizadora!

Concurso TJ-TO 2018: Definida banca organizadora!

Boa notícia aos concurseiros que aguardam o novo concurso público do Tribunal de Justiça de Tocantins (TJ-TO)!

No dia 11 de junho de 2018, foi divulgado o nome da empresa que será responsável pela realização e organização do certame.

A empresa escolhida, por dispensa de licitação, foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

A expectativa é de que as vagas sejam para as carreiras de Técnico e Analista (ensino médio e superior) com salário inicial de até R$ 9 mil!

Previsão do edital

Com a definição da banca organizadora, o próximo passo é a divulgação do edital. A expectativa é de que isso aconteça ainda no mês de junho de 2018.

Vagas e salários

O órgão ainda não confirmou a quantidade de vagas e nem quais serão os cargos do certame. O TJ informou que já realiza o levantamento de vagas para definir quais carreiras terão oportunidades oferecidas.

O último concurso foi realizado em 2008, oferecendo vagas para candidatos de ensino médio e superior. Hoje, o órgão conta com quase 300 cargos vagos.

Déficit de servidores

Segundo informações do portal de transparência do órgão, o quadro de servidores ativos conta com 1014 profissionais efetivos. O TJ-TO conta ainda com 129 magistrados, 425 servidores cedidos ao TJ, 499 servidores comissionados, 65 profissionais de TI, 293 estagiários e 218 voluntários. Ao total são 2578 funcionários.

O órgão atualmente conta com 273 cargos vagos, sendo 134 e 139 na carreira de técnico judiciário e analista judiciário, respectivamente.

Último concurso TJ-TO

O último certame contou com oferta de 186 vagas, sendo para 73 para o quadro de servidores e 113 para Ingresso na Titularidade dos Serviços Notariais e de Registros.

A organizadora foi a Fundação Universa e as oportunidades foram nas seguintes carreiras: analista judiciário; analista técnico com especialidade em ciência da computação; técnico judiciário oficial de justiça avaliador; técnico judiciário escrivão; serviços notariais e de registros; assistente técnico – assistência à editoração; assistente técnico – programação de computadores; motorista; técnico judiciário – contador/distribuidor; técnico judiciário – escrevente; técnico judiciário – porteiro de auditório/depositário; auxiliar de serviços gerais; e auxiliar técnico administrativo.

Os candidatos foram avaliados por meio de prova objetiva, composta por 20 questões de conhecimentos gerais, incluindo as matérias de língua portuguesa, raciocínio lógico e conhecimentos gerais de direito. Além de 30 questões de conhecimentos específicos e prova discursiva.

A Nova Concursos tem ajudado há mais de 10 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar suas chances de passar, conheça nossos materiais acessando nosso site!