Rondônia - 18 de outubro de 2018
Home / Notícias / Norte / Roraima / INOVAÇÃO – Projeto busca diminuir superlotação em hospitais | RORAIMA

INOVAÇÃO – Projeto busca diminuir superlotação em hospitais | RORAIMA

imagem13-06-2018-17-06-40

A demanda cada vez mais crescente em relação aos atendimentos nos hospitais é uma realidade em todo o País. Roraima tem a particularidade de ter uma procura ainda maior devido ao grande número de venezuelanos no Estado, todos em busca de uma qualidade de vida melhor, o que inclui principalmente, a procura por serviços de saúde adequados.

Um projeto piloto do MS (Ministério da Saúde) em parceria com o Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, pretende diminuir a superlotação nas urgências e emergências das Unidades que atendem pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O HGR (Hospital Geral de Roraima) é a única Unidade do Estado a ser contemplada com o Projeto “Lean nas Emergências”.

A proposta consiste em analisar dados e indicadores da unidade, para planejar um atendimento mais ágil. Para a diretora de Enfermagem do HGR, Ana Renata Guirro, com a implantação será possível oferecer um serviço mais rápido, preciso e eficaz para a população. Além de aumentar a rotatividade nos leitos, diminuindo as filas de esperas.

Uma equipe formada por médico, enfermeiros e servidores do setor administrativo do HGR, participou de uma qualificação em São Paulo sobre o “Lean”. “Daqui a duas semanas a equipe local irá receber os detalhes finais para que o projeto seja colocado em prática no Hospital”, completou Ana Renata Guirro.

O PROJETO – O “Lean nas Emergências” faz parte do Proadi-SUS (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS) que busca melhorias no atendimento hospitalar de urgências e emergências. O projeto piloto original foi realizado em seis Unidades de diferentes estados brasileiros, entre os meses de agosto e dezembro de 2017.

A partir do sucesso obtido na fase piloto, o projeto foi ampliado para outras 10 unidades, entre elas o HGR. Ao todo, serão 100 unidades atendidas em três anos.