Rondônia - 12 de novembro de 2018
Home / Notícias / Norte / Rondônia / Planejamento, Orçamento e Gestão – Planejamento até 2030 abre programação do evento Diálogo de Fronteira – Rondônia

Planejamento, Orçamento e Gestão – Planejamento até 2030 abre programação do evento Diálogo de Fronteira – Rondônia

imagem13-06-2018-14-06-30

Apresentação do plano foi feita na abertura do evento, em Porto Velho

A palestra sobre os avanços do Plano de Desenvolvimento Estadual Sustentável (PDES), documento que aponta as diretrizes estratégicas para o progresso de Rondônia até 2030, abriu a programação do evento Diálogo de Fronteira Rondônia-Beni e Pando, nesta terça-feira (12), no Rondon Palace Hotel. Na presença de diversas autoridades convidadas entre brasileiros e bolivianos, a coordenadora do Plano, Zilene Rabelo, falou dos principais desafios da implantação do Plano como uma Política de Estado que também prevê metas para desenvolver a área de fronteira, como o fortalecimento do Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e da Integração da Faixa de Fronteira (Neifro).

A explanação iniciou após a solenidade de abertura do evento, coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), por meio do Neifro e apoio da Mesa da Irmandade. Representando o governador Daniel Pereira, o secretário da Sepog, Pedro Pimentel, ressaltou a importância do evento em reunir autoridades brasileiras e bolivianas com poder de decisão com objetivo de firmar compromissos, atribuir responsabilidades e prazos para resolução das demandas apresentadas nos workshops temáticos como prioridades fronteiriças.

Uma das ações previstas no PDES e já concretizada em Rondônia foi a implantação da Unidade de Saúde Fluvial Walter Bartolo. “O Barco Hospital foi inserida dentro de uma das diretrizes com resultados nas áreas da saúde integral e bem estar social, levando cidadania às populações que até então estavam invisíveis aos olhos do poder público”, complementou.

O PDES/RO foi o primeiro do Brasil e é fruto do acordo de cooperação técnica entre o governo de Rondônia e Ministério da Integração Nacional (MI). O instrumento expressa a busca de alternativas do Governo na redução das desigualdades no nível de vida da população do Estado.