Rondônia - 20 de junho de 2018
Home / Notícias / Centro-Oeste / Mato Grosso / Prêmio ODS, do Governo Federal, é lançado em Cuiabá nesta quinta

Prêmio ODS, do Governo Federal, é lançado em Cuiabá nesta quinta

O Prêmio ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável), de iniciativa do Governo Federal, foi lançado em Mato Grosso na manhã desta quinta-feira (13.06), com a participação de representantes do Governo de Mato Grosso. O objetivo da solenidade foi divulgar a abertura das inscrições, podendo concorrer projetos, programas, tecnologias ou qualquer iniciativa que contemple aspectos sociais, ambientais e econômicos que inspire pessoas e instituições a multiplicar práticas que contribuam para o desenvolvimento sustentável.

A finalidade do prêmio é dar visibilidade, em todo o território nacional, a ações que contribuem para o alcance das metas da Agenda 2030. A agenda é parte de um protocolo internacional, assinado por 193 países, na Assembleia Geral das Organizações das Nações Unidas (ONU), em setembro de 2015, onde o Governo Brasileiro assumiu o compromisso de adotar um modelo de desenvolvimento sustentável, com metas, indicadores e 17 objetivos a serem alcançadas até 2030.

José Botelho Neto, Assessor de Políticas Especiais da Secretaria de Governo da Presidência da República, explicou que o lançamento do prêmio ODS é um trabalho que vem sendo feito em todas as capitais. “Nosso principal objetivo é criar um banco de boas práticas, importantes para a sustentabilidade do país e para essa agenda ODS até 2030, para, quem sabe, transformar isso em políticas públicas. Uma ação que sai daqui de Mato Grosso, por exemplo, pode servir de exemplo para ser replicado pelo país todo. A partir de prêmios como esse podemos sair do papel e botar na prática ações de sustentabilidade”.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

Os objetivos do Desenvolvimento Sustentável, que serão observados no prêmio, são: erradicar a pobreza; fome zero e agricultura sustentável; saúde e bem estar; educação de qualidade; igualdade de gênero; água potável e saneamento; energia limpa e acessível; trabalho decente e crescimento econômico; indústria, inovação e infraestrutura; redução das desigualdades; cidades e comunidades sustentáveis; consumo e produção responsáveis; ação contra a mudança global do clima; vida na água; vida terrestre; paz, justiça e instituições eficazes; parcerias e meios de implementação.

O secretário André Baby, um dos apoiadores no estado de Mato Grosso dos 17 objetivos do ODS, ressaltou a importância do prêmio: “O objetivo é incentivar, valorizar e dar visibilidade para práticas que contribuam para a Agenda 2030. Podemos inscrever os projetos sustáveis que temos aqui na Sema e no governo do Estado, como a Plataforma Produzir, Conservar e Incluir (PCI), dando uma grande visibilidade aos nossos programas e ações”.

Representando a Secretaria de Estado de Meio Ambiente na solenidade, a Chefe de Gabinete, Sanny Saggin, destacou que a Sema, como a responsável pela gestão ambiental em Mato Grosso, poderá conhecer iniciativas que muitas vezes não são divulgadas. “Teremos a oportunidade de estar monitorando e conhecendo projetos importantes e estar mais próximos de todas essas iniciativas, observando o cumprimento dos objetivos que foram propostos pelo ODS”.

O Prêmio

O prêmio, que acontecerá a cada dois anos até 2030, será dividido em 4 categorias: governos, organizações com fins lucrativos, organizações sem fins lucrativos e instituições de ensino, pesquisa e extensão. Cada entidade poderá inscrever até três práticas da sua categoria, que devem ter, pelo menos, um ano de existência e possuir resultados mensurados.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas até o dia 29 de junho, pelo portal www.odsbrasil.gov.br. A cerimônia de premiação será em Brasília, no mês de dezembro.

A mesa da solenidade de lançamento, que aconteceu na Universidade Federal de Mato Grosso, foi composta por representantes da Secretaria de Governo da Presidência da República, Governo Estadual, Prefeitura de Cuiabá, UFMT,  Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (FIEMT) e Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM).