Rondônia - 21 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Rivais nesta quarta, Corinthians e Bahia travaram seis negociações na última janela; relembre

Rivais nesta quarta, Corinthians e Bahia travaram seis negociações na última janela; relembre

740
visualizações

14 comentários


Comunicar erro

Juninho Capixaba foi uma das contratações do Corinthians para 2018

Juninho Capixaba foi uma das contratações do Corinthians para 2018

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Corinthians e Bahia se encontram pela primeira vez desde a janela de transferências dos últimos meses de dezembro e janeiro. E a relação entre os clubes se estreitou nesse período ao menos no que diz respeito ao mercado da bola. Isso porque seis negociações foram travadas entre as diretorias visando a montagem dos elencos de 2018.

O Meu Timão lembra abaixo quais foram os jogadores envolvidos e os desfechos!

Em tempo: a bola rola para o duelo entre Corinthians e Bahia às 21h45 desta quarta, na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Juninho Capixaba

Talvez a mais repercutida negociação entre Corinthians e Bahia tenha sido a contratação de Juninho Capixaba. O Timão desembolsou R$ 6 milhões por 70% dos direitos econômicos do jovem lateral-esquerdo. Ademais, cedeu o goleiro Douglas em definitivo (leia mais abaixo).

Douglas

Envolvido na negociação de Juninho Capixaba como moeda de troca, Douglas foi cedido em definitivo ao Bahia. O goleiro, que disputou apenas uma partida com a camisa do Corinthians, segue com 40% dos direitos econômicos ligados ao Timão (30% à equipe de Salvador, 20% ao Capivariano e ainda 10% ao Bragantino).

Renê Júnior

Renê Júnior pertencia à Ponte Preta mas jogava por empréstimo no Bahia em 2017. Nos últimos meses do ano, o Corinthians chegou a conversar com o clube de Salvador sobre o planejamento da equipe para o volante. No fim das contas, o jogador chegou ao Timão para 2018 com custo aproximado de R$ 5 milhões (entre luvas e comissões).

Zé Rafael

Um tentativa falha do Corinthians em negociações com o Bahia envolveu o meia Zé Rafael. O jogador, que segue na equipe tricolor em 2018, interessava ao Timão na última janela de transferências. O então presidente Roberto de Andrade tentou envolver Mendoza e Moisés no negócio, mas recebeu uma recusa dos baianos, que pediam compensação financeira.

Mendoza

Stiven Mendoza, a exemplo do que aconteceu com Moisés (leia mais abaixo), foi um caso curioso: nem Corinthians nem Bahia queriam o atacante colombiano, que mesmo assim chegou a entrar em pauta nas negociações. A intenção do Timão era usá-lo como moeda de troca, já que o jogador estava ambientado ao clube onde atuou por empréstimo em 2017. No fim das contas, o gringo foi vendido ao Amiens, da França.

Moisés

Hoje emprestado ao Botafogo, Moisés foi jogado de canto tanto por Corinthians quanto por Bahia. Num primeiro momento, a ideia do lateral como moeda de troca não agradava o clube de Salvador, por onde atuou em 2016. Depois foi o próprio jogador quem dificultou a ida à equipe tricolor nos bastidores do Parque São Jorge.

Veja mais em:
Mercado da bola, Campeonato Brasileiro, Juninho Capixaba, Renê Júnior, Douglas Friedrich, Moisés e Mendoza.