Rondônia - 22 de outubro de 2018
Home / Notícias / Norte / Acre / Saúde reforça medidas de combate ao Aedes Aegypti « Acre

Saúde reforça medidas de combate ao Aedes Aegypti « Acre

O Departamento de Vigilância Ambiental e Controle de Endemias da Secretaria de Saúde do Estado (Sesacre) segue realizando o acompanhamento dos índices de infestação das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti, como a Dengue, Chikungunya e a Zika.

Apesar dos dados apresentarem melhoria nos casos de municípios com risco de surto, o Acre vem apresentando acréscimo no numero de municípios em situação de alerta. Em maio foram 9 municípios nesta situação.

Dos municípios que apresentaram aumento nos índices das doenças transmitidas pelo Aedes Aegypti estão Cruzeiro do Sul, Rio Branco e Senador Guiomard. Em compensação existem municípios que não apresentam infestação, como Jordão, Marechal Thaumaturgo e Santa Rosa do Purus.

As situações mais preocupantes estão nos municípios de Brasileia, Manoel Urbano, Rodrigues Alves e Xapuri. Em virtude disto a Sesacre vem reforçando as medidas de prevenção e controle das doenças. Na última sexta-feira, 8, foi realizada uma videoconferência com a participação de representantes do Ministério da Saúde e dos municípios do Acre para decidir quais medidas serão adotadas para realizar o controle dessa situação.

Uma dessas medidas é o reforço nas atividades de controle vetorial, por meio do uso de inseticidas, visita domiciliar onde há a identificação e eliminação de locais que o mosquito possa se proliferar, além da conscientização da população.

“Esse trabalho de controle não é só da saúde, precisamos unir os esforços de todas as instituições e da população. Com a colaboração por parte de todos, poderemos reverter essa situação”, diz Marília Carvalho, gerente do Departamento de Vigilância Ambiental e Controle de Endemias da Sesacre.

Vale lembrar que a conscientização da população é extremamente necessária para o controle da doença, já que por meio de ações simples como a limpeza dos quintais pode-se evitar a proliferação do mosquito.

imagem13-06-2018-21-06-49

Todo e qualquer recipiente que possa acumular água deve ser eliminado (Foto: Júnior Aguiar)

Prevenção

Para evitar a proliferação do mosquito, é imprescindível seguir alguns passos:

 

  • Jogar no lixo todos os objetos que possam acumular água, tais como potes, latas, garrafas vazias;
  • Não deixar agua da chuva acumulada sobre a laje;
  • Encher de areia, até a borda, pratinhos de vasos de planta;
  • Colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada;
  • Manter bem tampados, tonéis, barris e caixas d’água.

 


thumb_up