Rondônia - 19 de outubro de 2018
Home / Notícias / Sudeste / São Paulo / Etecs entram no clima da Copa do Mundo com atividades pedagógicas | São Paulo

Etecs entram no clima da Copa do Mundo com atividades pedagógicas | São Paulo

Com o início da Copa do Mundo, as Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) em todo território paulista já entraram no clima e estão preparadas para torcer para seleção. Além de decoraram suas instalações, as unidades desenvolvem projetos pedagógicos inspirados no campeonato.

Diversos projetos, trabalhos em grupo e interdisciplinaridade serão apresentados aos alunos. Pensando nisso, disciplinas como História e Sociologia ganharam uma nova dimensão neste período e são pratos cheios para novos aprendizados.

Seleção de estudantes

Entre as atividades desenvolvidas pelas diversas Etecs está o projeto de Ibitinga. O professor de História da unidade, Helder Victor, buscou uma maneira de aproveitar o evento mundial para reforçar conteúdos de sua matéria. Ele dividiu as salas do Ensino Técnico Integrado ao Médio (Etim) dos cursos de Administração e Informática em 32 grupos, o número exato de seleções que participam do torneio na Rússia.

A ideia é fazer com que cada uma dessas equipes represente um país e, com base no sorteio para fase de grupos, dispute uma batalha de questões de história. No total, os estudantes preparam 480 perguntas com temáticas voltadas às nações participantes da Copa.

Na verdade, o primeiro embate entre Rússia e Arábia Saudita aconteceu na última segunda-feira (11), antes de fato do início do torneio, com um placar de 4 a 2 para a equipe russa. No mesmo dia, Portugal e Espanha empataram em 3 a 3, enquanto a Argentina perdeu para a Islândia por 4 a 2.

“Os alunos levaram vuvuzelas, as mães de alguns deles bordaram bandeiras, os jovens pintaram o rosto. Mas o mais importante é que eles mostraram que estudaram bastante”, conta o professor da unidade.

Futebol e política

Na Etec Cel. Fernando Febeliano da Costa, em Piracicaba, o professor de Sociologia procurou abordar em suas aulas a relação do futebol com a política. Para isso, Marcelo Bezerra preparou uma exibição de quatro documentários da série Memórias do Chumbo: O futebol nos tempos do Condor, produzido pelo jornalista Lúcio de Castro, em parceria com a ESPN Filmes.

“O futebol é um fenômeno esportivo, social e cultural de massas no Brasil. A série de documentários retira o esporte da invisibilidade política para colocá-lo no centro do debate, evidenciando as relações de mútua determinação entre o futebol e a política”, afirma Bezerra.

As exibições já começaram e seguem até o próximo dia 19 de junho. “Acredito que esse esporte tenha o potencial de ajudar os estudantes a entenderem melhor o contexto da política”, completa.

Por dentro da Copa

Quem também aderiu novas iniciativas por conta da Copa foram os alunos do segundo ano do curso técnico de Informática integrado e Médio da Etec Santa Isabel.

Desde o início do semestre eles estão pesquisando as relações entre o torneio da Rússia e as diversas disciplinas que estudam. Parte dos estudantes buscou entender, por exemplo, como funciona a programação de um placar. Outros se aprofundaram nas relações entre a física e o futebol e a ética aplicada a esse esporte. O restante dos alunos preparou uma apresentação de dança.

“Eles estão achando fantástico relacionar o que aprendem no dia a dia com a Copa do Mundo”, relata a professora de português Margarete Fátima Pontes da Silva, autora do projeto.