Rondônia - 17 de junho de 2018
Home / Notícias / Sudeste / São Paulo / Famílias de Vista Alegre do Alto recebem 63 unidades habitacionais | São Paulo

Famílias de Vista Alegre do Alto recebem 63 unidades habitacionais | São Paulo

Em visita a Vista Alegre do Alto, na região administrativa de Barretos, nesta quinta-feira (14), o governador Márcio França entregou as primeiras 63 casas do Empreendimento Vista Alegre do Alto A, que recebeu R$ 7,5 milhões de investimento da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU).

“Aqui em Vista Alegre do Alto, no interior de São Paulo, região de Catanduva e Barretos, estamos entregando as casas do CDHU, que faz isso muitas vezes, com 1% de tudo o que o povo paga, é direcionado para construir casas como essas que estamos entregando hoje”, falou o governador Márcio França.

Ao todo, serão 126 unidades que compreendem um total de R$ 15 milhões. As 63 moradias restantes serão entregues no final do segundo semestre deste ano. Por meio de convênio com a Secretaria de Planejamento, Vista Alegre receberá ainda R$ 400 mil para realizar recapeamento asfáltico no município.

O conjunto respeita e incorpora as melhorias estabelecidas como diretrizes de qualidade da Secretaria de Estado da Habitação. As unidades têm dois dormitórios, com 56,67 m² de área construída, sala, cozinha e banheiro.

“Um sonho realizado né, o qual seria difícil a gente conseguir lutando. Por mais que a gente se esforce, não é fácil. E aqui a gente pega pronto, com facilidade de pagar”, comemorou o aposentado Reginaldo do Amaral.

O condomínio conta com completa infraestrutura e melhorias: redes de água, esgoto, drenagem e elétrica; iluminação pública, pavimentação, passeio público, muro de divisa, calçada de acesso, estrutura metálica para cobertura, azulejo na cozinha e no banheiro, esquadrias em aço com pintura eletroestática, laje, piso cerâmico com rodapé e aquecedores solares instalados.

Os moradores devem acionar a concessionária de energia para solicitar a ligação individual de energia, portando documento de identidade, a partir do recebimento das chaves.

O prazo de financiamento das moradias será de até 25 anos e as prestações receberão subsídio do Governo do Estado, sendo calculadas de acordo com a renda familiar. Assim, famílias que ganham entre um e três salários mínimos pagarão o equivalente a, no máximo, 20% dos rendimentos.

Das 573 famílias classificadas no sorteio, contando também as suplentes, mais de 85% têm renda familiar de até três salários mínimos. O sorteio foi realizado em novembro de 2017, Ginásio Municipal de Esportes.

Das 63 unidades habitacionais sorteadas, 54 foram destinadas para a população em geral, três para idosos, cinco para deficientes, uma para indivíduos sós e cinco para deficientes. As proporções respeitam regulamentações internas e legislações da política habitacional, sendo assim, a CDHU destina 7% de suas moradias a deficientes (Leis Estaduais 10.844/2011 e 12.907/2008) e 5% a idosos (Lei Federal 10.741/2003).

Trabalho desde 2015 – Na região administrativa de Barretos, foram 482 Habitações de Interesse Social (HIS) entregues; e mais 625 estão com obras em andamento. Essas unidades representam R$ 123 milhões em investimentos pelos dois braços operacionais da pasta – CDHU e Agência Casa Paulista.

Morar Bem, Viver Melhor – Reúne todas as ações e investimentos em habitação, como infraestrutura, urbanização, requalificação, acessibilidade, qualidade das construções e equipamentos, cuidados com o meio ambiente e qualidade de vida para as famílias atendidas.