Rondônia - 22 de julho de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Gustavinho lamenta derrota, mas indica Corinthians vivo na briga pelo título da Liga Ouro

Gustavinho lamenta derrota, mas indica Corinthians vivo na briga pelo título da Liga Ouro

200
visualizações

1 comentário


Comunicar erro

Gustavinho é camisa 10 e capitão da equipe de basquete do Corinthians

Gustavinho é camisa 10 e capitão da equipe de basquete do Corinthians

Foto: Thaina Barros / Meu Timão

A estreia do Corinthians na final da Liga Ouro não foi das melhores. No Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, a equipe de Bruno Savignani acabou derrotada pelo São José por 72 a 75, no jogo 1 da série decisiva. Mesmo lamentando o resultado, o capitão e camisa 10 Gustavinho ressaltou que o Timão segue vivo na busca pelo título.

Saindo na frente nos segundo iniciais da decisão, o Corinthians enfrentou um duelo equilibrado até o terceiro quarto, quando o São José ampliou a distância no placar. A parcial para os visitantes chegou a uma diferença de oito pontos, e o Timão encostou no rival na última etapa do jogo. A reação, contudo, não foi suficiente para cravar a virada.

Jogo de playoff é sempre decidido em detalhe. Começamos no último quarto com uma parcial sete ou oito, e a gente tem que diminuir durante os playoffs esses altos e baixos. Essa parcial acabou fazendo a diferença no final do jogo. E eu acho que foi um jogo bem parelho, tivemos poucos altos e baixos desse, e esse detalhe foi preponderante para a vitória do São José”, avaliou Gustavinho em entrevista ao Meu Timão.

Leia também: Corinthians vacila, e inicia final da Liga Ouro com derrota para o São José

Uma das responsáveis pela reação do Corinthians nos últimos minutos de jogo foi apontada por Gustavinho: a torcida. Com entrada gratuita para a partida, o ginásio no Parque São Jorge recebeu um público de 2.800 pessoas, que não hesitaram em empurrar a equipe rumo a uma possível virada.

“Jogar em casa, aqui (Ginásio Wlamir Marques), é um diferencial para o Corinthians mesmo. A torcida pesa, empurra e com certeza ajudou para nos recuperarmos no jogo sim”, completou o camisa 10.

No caminho até o mata-mata da Liga Ouro, o Corinthians teve campanha com 14 vitórias em 16 jogos disputados – duas delas contra o São José por 83 a 76 e 72 a 69. A equipe do Parque São Jorge garantiu sua vaga na final da Liga Ouro com um placar de 3 a 1 sobre o Macaé-RJ nas semifinais.

O título será decidido em uma série melhor de cinco, e Corinthians e São José voltam a se encontrar nesta segunda-feira no jogo 2 da série final. A partida também será realizada no Parque São Jorge, com entrada gratuita para os torcedores. Para o camisa 10 do Timão, a briga pela taça segue equiparada entre as equipes.

“Playoff é um jogo por vez. Só ganha quem vence três, então se tivermos que fazer o caminho mais difícil, nós vamos fazer o caminho mais difícil. Começamos levando um 1 a 0, mas não tem nada perdido. A gente ganhou as duas na fase de classificação, estudamos bastante o adversário e temos plenas condições de ganhar. Se eles já ganharam aqui, nós também ganhamos lá, e temos condições de continuar na competição”, encerrou.

Vale destacar que o campeão da Liga Ouro tem acesso direto para a nova temporada do Novo Basquete Brasil (NBB), principal torneio de basquete do Brasil e maior objetivo do Corinthians neste ano de reestreia. O clube passou 22 anos longe do basquete masculino.

Veja mais em:
Basquete.