Rondônia - 19 de julho de 2018
Home / Notícias / Justiça / Acusado de matar uruguaio é condenado durante julgamento

Acusado de matar uruguaio é condenado durante julgamento

O acusado de matar o uruguaio Matías Galindez Rodriques, de 28 anos, foi condenado a sete anos e um mês de prisão, após o julgamento que durou 14 horas, na quinta-feira (21) no Plenário Hugo Euler, em Ji-Paraná (RO). O réu, Thiago Fernandes, foi declarado culpado.

Segundo Thiago Fernandes, o crime aconteceu após um discussão em que Matías havia pedido uma cerveja e ele se negou a pagar, em seguida a vítima deu um tapa no rosto do acusado. O réu sacou a arma e atirou no chão no intuito de intimidar Matías.

Como a vítima não ficou intimidada, Thiago efetuou dez disparos de arma de calibre 380.

Entenda o caso

O uruguaio Matías Galindez Rodrigues levou dez tiros na manhã do sábado, 8 de abril de 2017, em um posto de gasolina no 1º Distrito, e morreu na madrugada do domingo (9), no Hospital Municipal de Ji-Paraná (RO). Segundo a PM, os tiros acertaram a região do tórax, abdômen e pernas da vítima.

Segundo testemunhas, a vítima e seu irmão estavam no posto de combustível quando uma discussão teve início entre o suspeito e o irmão da vítima, no interior da loja de conveniência. O suspeito saiu da loja, sacou uma pistola de calibre 380 e realizou cerca de dez disparos e depois fugiu em um carro de cor prata.

A mãe da vítima, chegou a Ji-Paraná na terça-feira (11) e não se conformou com a forma brutal que o filho morreu. “Ele era um artista, fazia o bem e nunca fez o mal. Uma pessoa de paz, tranquilo. Que demonstrava sua felicidade. Ele não merecia ter morrido assim. Por que ele era uma pessoa de paz e sofreu uma morte violenta, mas ele não era violento”, lamentou.

Fonte:Diário da Amazônia