Rondônia - 19 de setembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Fagner admite dificuldade para dormir antes de estreia na Copa e já planeja emoldurar camisa

Fagner admite dificuldade para dormir antes de estreia na Copa e já planeja emoldurar camisa

2.0 mil
visualizações

13 comentários


Comunicar erro

Fagner foi titular na vitória da Seleção sobre a Costa Rica, desta sexta

Fagner foi titular na vitória da Seleção sobre a Costa Rica, desta sexta

Foto: Fifa/Divulgação

Representante do Corinthians na Seleção Brasileira, Fagner viu a oportunidade de estrear em Copas do Mundo cair em seu colo nesta sexta-feira. O lateral-direito foi titular na vitória de 2 a 0 da equipe nacional sobre a Costa Rica, na segunda rodada da fase de grupos do Mundial na Rússia. A expectativa para entrar em campo não era pouca.

Para dormir foi um pouquinho difícil mesmo (risos). Tentei me desligar ao máximo do mundo exterior, tentei relaxar, até porque gerou toda uma ansiedade. Lembro que o professor pediu para que eu tivesse uma boa noite de descanso”, disse o lateral do Corinthians em fala reproduzida pelo site Goal.com.

A chance para Fagner entre os 11 escolhidos do técnico Tite veio de última hora. O então titular da lateral-direita, Danilo, sentiu uma lesão no quadril na noite de quinta-feira, um dia antes da partida contra Costa Rica. Foi então que o treinador da Seleção logo confirmou a presença do jogador corinthiano, reserva imediato na posição. Vale lembrar que Daniel Alves sequer foi convocado para o Mundial por conta de lesão sofrida às vésperas do torneio.

Leia também:Fagner ou Danilo? Corinthiano leva vantagem nas estatísticas defensivas e ofensivas na CopaAté rivais se rendem, e Fagner é elogiado após estreia em Copas do Mundo; veja repercussão

Com a notícia nas mãos, Fagner revelou que teve receio em contar para sua esposa. “Pensei comigo: ‘Pô, ela não vai conseguir dormir também’. Mas resolvi ligar, e foi bom poder extravasar e tirar um pouco da ansiedade. Já hoje (sexta-feira) vou dormir igual uma criança, vai ser bem mais sossegado (risos)”, brincou.

O uniforme utilizado nesta sexta-feira, de acordo com o lateral, já tem destino garantido após a disputa da Copa do Mundo. “A camisa vai virar um quadro. É um orgulho muito grande representar o Brasil numa Copa do Mundo, ainda mais com uma vitória. Vou pegar as assinaturas de todos e mandar enquadrar. Estou muito feliz por tudo. Por ter sido o meu primeiro jogo oficial inteiro, por toda a minha preparação, por tudo o que passei”, garantiu.

Fagner foi convocado pela Seleção Brasileira 15 dias após sofrer uma lesão na coxa direita. A recuperação veio a tempo da disputa do Mundial, e o lateral de 29 anos barrou a desconfiança em sua estreia. “Nunca deixei de acreditar no meu trabalho, sempre me preparei muito bem. A desconfiança às vezes existe, é verdade, mas a gente precisa ter uma mente forte e continuar trabalhando firme. A oportunidade apareceu e pude ajudar a Seleção”, afirmou.

O Brasil volta a campo pela Copa do Mundo na próxima quarta-feira, pela última partida da fase de grupos da competição. A partida será contra a Sérvia, às 15h (de Brasília), e a equipe de Tite precisa de uma vitória ou um empate para garantir sua classificação para as oitavas de final.

Veja mais em:
Fagner e Corinthianos na Seleção.