Rondônia - 18 de setembro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Após confusão com Faro, Record proíbe decote, bermuda e roupas extravagantes

Após confusão com Faro, Record proíbe decote, bermuda e roupas extravagantes

O apresentador Rodrigo Faro protagonizou, recentemente, uma polêmica que gerou consequências para todos os funcionários da Record TV. Na tentativa de evitar confusões futuras, a emissora enviou por e-mail o novo Guia de Figurino, assinado pelo diretor-geral de programação e produção, Mafran Dutra.

O arquivo, bastante detalhado, conta com 27 páginas e foi criado em junho, poucos dias depois de Rodrigo Faro ser advertido por uma camareira sobre uma camisa. O figurino em questão havia sido providenciado por ele, mas infringia as nas normas internas por conter o logotipo de uma grife. Mesmo com a advertência, ele se recusou a trocar a roupa.

O manual disponibilizado aos funcionários é uma reformulação de um documento que já existia dentro da empresa e que servia como orientação para os figurinos. A principal mudança, entretanto, é que ele passa a se tornar uma regra.

O Guia de Figurino deixa estritamente proibido todo e qualquer logotipo em roupas e acessórios. Também foram vetados o uso de decotes, bermudas e roupas consideradas extravagantes.

Para os profissionais de Jornalismo, o manual é mais severo. “O figurino de jornalismo sempre deve ser discreto, lembrando que o protagonista é a notícia, logo, o figurino não pode chamar mais atenção do que a informação”, diz parte do texto do manual.

Para apresentadores de Entretenimento e Esportes, as regras são mais brandas – mas não são inexistentes.

Rodrigo Faro é recebido por multidão em Angola e se surpreende