Rondônia - 16 de julho de 2018
Home / Notícias / Concursos / Concursos TRE’s: Tribunais Eleitorais podem voltar a nomear!

Concursos TRE’s: Tribunais Eleitorais podem voltar a nomear!

Boa notícia aos concurseiros! No dia 11 de julho de 2018, foi publicada a portaria de nº 574, que altera a decisão do TSE de suspender nomeações e provimento de cargos efetivos no âmbito da Justiça Eleitoral.

O documento cria exceções para que os Tribunais Regionais Eleitorais de todo o país voltem a nomear normalmente.

Nomeações suspensas

Em 2017, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) suspendeu as nomeações nos TRE’s de todo o país.

A decisão foi dada em cumprimento à Emenda Constitucional nº 95, de dezembro de 2016, que instituiu o Novo Regime Fiscal no país, também conhecido como a “PEC dos Gastos”.

Concursos que aconteceram no ano passado, como os TRE’s do Tocantins, da Bahia, do Paraná e do Rio de Janeiro, foram afetados. Até o momento não há registro de nomeações nesses órgãos.

Os concursos não foram cancelados, mas tiveram as nomeações suspensas. Outros concursos que iriam ocorrer, como o TRE-SC, foram postergados em virtude deste regramento.

Com a alteração promovida pela Portaria 574/2018, é possível que alguns concursos de Tribunais Eleitorais voltem a acontecer.

Quando voltam as nomeações?

A portaria divulgada no dia 11 de julho passa a valer a partir da sua publicação que foi feita no Diário Oficial da União.

Segundo o documento, estão autorizadas as nomeações no âmbito da Justiça Eleitoral desde que o provimento de cargos efetivos atendem aos seguintes critérios:

I – Vacâncias ocorridas a partir de 1º de abril de 2018;

II – Readaptação, reversão, aproveitamento, reintegração e recondução;

III – Cumprimento de sentença judicial transitada em julgado.

Desta forma, sempre que um servidor de algum TRE pedir exoneração, for demitido ou tomar posse em cargo inacumulável, a sua vaga será liberada e poderá ser ocupada por outra pessoa.

A portaria mantém ainda as avaliações ordinárias que devem ser realizadas anualmente, após a publicação da Lei Orçamentária Anual do respectivo exercício financeiro. Isso para indicar a necessidade do órgão de nomear, e claro, se há previsão orçamentária para o mesmo.

Nova Concursos tem ajudado há mais de 10 anos quem quer vencer a batalha do concurso público. Se você quer aumentar as suas chances de passar, conheça os nossos materiais, acessando o nosso site!