Rondônia - 25 de setembro de 2018
Home / Notícias / Famosos e Variedades / Indiano corta maiores unhas do mundo e expõe em museu de NY | Planeta Bizarro

Indiano corta maiores unhas do mundo e expõe em museu de NY | Planeta Bizarro

O indiano Shridhar Chillal, que detinha o recorde de maiores unhas do mundo após cultivá las por 66 anos, observa suas enormes unhas cortadas expostas no Museu Ripley Acredite Se Quiser ( O indiano Shridhar Chillal, que detinha o recorde de maiores unhas do mundo após cultivá las por 66 anos, observa suas enormes unhas cortadas expostas no Museu Ripley Acredite Se Quiser (

O indiano Shridhar Chillal, que detinha o recorde de maiores unhas do mundo após cultivá-las por 66 anos, observa suas enormes unhas cortadas expostas no Museu Ripley Acredite Se Quiser (‘Believe It or Not’) em Nova York (Foto: Lucas Jackson/Reuters)

O indiano Shridhar Chillal, que detinha o recorde de maiores unhas do mundo após cultivá-las por 66 anos, cortou as unhas esta semana em Nova York e passou a expô-las em um museu.

Somadas, as cinco unhas de sua mão esquerda, que ele deixou crescer desde os 14 anos, medem pouco mais de 9 metros, o tamanho aproximado de um ônibus.

Foi preciso um técnico com máscara de proteção e uma lixadeira elétrica para cortar as unhas, e a operação levou cerca de 20 minutos.

Shridhar Chillal, de 82 anos, posa diante de suas unhas no museu de curiosidades em Nova York (Foto: Lucas Jackson/Reuters) Shridhar Chillal, de 82 anos, posa diante de suas unhas no museu de curiosidades em Nova York (Foto: Lucas Jackson/Reuters)

Shridhar Chillal, de 82 anos, posa diante de suas unhas no museu de curiosidades em Nova York (Foto: Lucas Jackson/Reuters)

O desafio de cultivar as unhas trouxe problemas para sua saúde, limitando a quase nada os movimentos da mão. Ele também relatou a representantes do Guinness, o livro dos recordes, que passou a sentir dores no pulso, cotovelo e ombros.

Shridhar conta que decidiu começar a cultivar as unhas de uma mão aos 14 anos depois de esbarrar em um professor e quebrar a longa unha do mindinho que ele deixava crescer, seguindo uma tradição local na Índia. Após tomar uma bronca, ele tomou para si o desafio.

As unhas de Shridhar Chillal estão expostas no ‘Odditorium’ do Museu Ripley Acredite Se Quiser (‘Believe It or Not’) na Time’s Square, no centro de Nova York.

Shridhar Chillal mostra a mão com as unhas recém cortadas após 66 anos cultivando as. Ele perdeu a capacidade de mover os dedos após as décadas cultivando as unhas (Foto: Lucas Jackson/Reuters) Shridhar Chillal mostra a mão com as unhas recém cortadas após 66 anos cultivando as. Ele perdeu a capacidade de mover os dedos após as décadas cultivando as unhas (Foto: Lucas Jackson/Reuters)

Shridhar Chillal mostra a mão com as unhas recém-cortadas após 66 anos cultivando-as. Ele perdeu a capacidade de mover os dedos após as décadas cultivando as unhas (Foto: Lucas Jackson/Reuters)