Rondônia - 17 de novembro de 2018
Home / Notícias / Destaque / Saúde pública de Rondônia avança, concessionárias iniciam dosagem de flúor nos sistemas de tratamento de água que abastece a população

Saúde pública de Rondônia avança, concessionárias iniciam dosagem de flúor nos sistemas de tratamento de água que abastece a população

Para promoção da saúde pública e desenvolvimento sustentável, às Estações de Tratamento de Água dos municípios de Ariquemes, Rolim de Moura e Pimenta Bueno, começaram a adicionar flúor na água para abastecimento público.

A ação, em Rolim de Moura iniciou este mês, nos municípios de Ariquemes e Pimenta Bueno em janeiro, atendendo os parâmetros indicados na Portaria Consolidada nº 05, publicada em 28 de setembro de 2017 pelo Ministério da Saúde, onde o teor ideal de flúor é de 0,7 mg/l (miligramas por litro), podendo variar entre 0,6 e 0,8 mg/l. Este é o método coletivo mais eficiente para o controle e prevenção da cárie dentária.

Com a iniciativa das concessionárias, Rondônia começa a fazer parte do ranking dos estados que realizam implantação e monitoramento da dosagem de flúor nos sistemas de tratamento e abastecimento de água. De acordo com o parecer técnico cientifico do Ministério da Saúde, a fluoretação possibilita uma redução em até 65% de incidentes de cárie, que se realizada de modo continuo e regular, reflete positivamente na propagação da saúde dos munícipes que são atendidos com água tratada.

Para a odontóloga, Karla Cruz Coutinho, o benefício será para todos, principalmente na saúde bucal das crianças que estão na fase da primeira e segunda dentição, uma vez que o processo de higienização não é tão repetitivo nesta faixa etária. “A cárie é um dos indicadores da falta de atenção à saúde, são inúmeros os atendimentos de doenças oriundas da má higienização bucal, que tem como base a formação de cárie. Além da escovação, vou incentivar aos meus pacientes a tomaram muita água”.

Segundo, ainda Coutinho, “a médio prazo os benefícios serão visíveis, muitos não imaginam a importância e o privilégio de fazerem uso da água tratada e agora com dosagem certa de flúor”, ressaltou.

“As projeções para a saúde pública de Rondônia são positivas, saneamento básico tende a se estabelecer no Estado, atualmente mais famílias estão tendo acesso a rede de abastecimento com água potável. Nosso compromisso é com a saúde, melhorando a qualidade de vida da população”, afirmou o diretor-presidente da Aegea Saneamento de Rondônia, Themis de Oliveira.

MELHORA DOS ÍNDICES – Nos municípios que são administrados pela Aegea Saneamento de Rondônia, empresa responsável pelos sistemas de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto o desenvolvimento sustentável já pode ser percebido. Nos últimos anos os investimentos em obras e melhorias proporcionaram um aumento considerável na rede de distribuição de água, hoje as cidades de Ariquemes com 87%, Buritis 33%, Pimenta Bueno 97%, Rolim de Moura 82% da população recebem água tratada com qualidade e regularidade.