Rondônia - 21 de outubro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Palmeiras / Notas de Palmeiras 3 x 2 Atlético-MG | Palmeiras

Notas de Palmeiras 3 x 2 Atlético-MG | Palmeiras

Weverton: 7,0
Boas defesas e sem culpa nos gols. Ao que parece, ganhou a vaga.

Marcos Rocha: 6,5
Jogo discreto, mas participou decisivamente no terceiro gol ao cobrar a falta.

Antônio Carlos: 5,5
Sofreu com a velocidade do ataque do Atlético-MG.

Edu Dracena: 5,5
Mesma situação de Antônio Carlos.

Diogo Barbosa: 4,5
Perdidinho na marcação e inofensivo no ataque.

Felipe Melo: 5,0
Deu muitos espaços aos meio-campistas do Atlético.

Deyverson: 6,0
Entrou para jogar pelo alto, e foi bem na última bola ao ajeitar para Bruno Henrique.

Bruno Henrique: 9,0
Decidiu o jogo. O jogador mais regular da temporada foi, de novo, o melhor do Verdão.

Moisés: 7,5
Começou voando, marcando gol, acertando a trave, mas aos poucos foi sumindo, sumindo…

Scarpa: 5,0
Tudo que rendeu na intertemporada ainda não rendeu nos 2 jogos oficiais que disputou.

Hyoran: 5,0
Com a bola rolando não ajudou muito. Cobrou bem 2 faltas (levantando para a área).

Dudu: 4,5
Perdeu um gol por preciosismo. De resto, fez um jogo muito abaixo do que pode.

Jean: –
Entrou 1 minuto antes do segundo empate para tentar segurar o resultado. Não deu tempo.

Willian: 5,0
“Encaixotado” entre os zagueiros, não foi útil como de costume.

Roger Machado: 5,0
Foi salvo por Bruno Henrique. Pelo quarto jogo seguido o filme vinha se repetindo: o Palmeiras largou bem, fez o gol, perdeu chances e depois cedeu o empate ao adversário, desta vez com o agravante de acontecer duas vezes no mesmo jogo. Não é coincidência. A vitória dramática não pode camuflar esse problema crônico. O único ponto positivo foi a terceira mudança, indo para o tudo ou nada ao trocar Felipe Melo por Deyverson.