Rondônia - 21 de agosto de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Shakhtar ofereceu quase R$ 40 milhões ao Corinthians por Mateus Vital

Shakhtar ofereceu quase R$ 40 milhões ao Corinthians por Mateus Vital

2.0 mil
visualizações

35 comentários


Comunicar erro

Mateus Vital durante amistoso contra o Cruzeiro, na Arena Corinthians

Mateus Vital durante amistoso contra o Cruzeiro, na Arena Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/ Ag. Corinthians

O presidente Andrés Sanchez revelou na zona mista do Morumbi que o Shakhtar Donetsk fez uma proposta por Mateus Vital. A oferta foi recusado pelo clube e também não agradou ao jogador. O Meu Timão apurou que a tentadora proposta da equipe ucraniana, a mesma que recentemente levou o volante Maycon, foi de 8 milhões de euros (cerca de R$ 36 milhões).

Vital, de 20 anos, não quis ir para o futebol do leste europeu. Jogador e estafe analisaram que seria mais interesse crescer profissional no Corinthians do que se aventurar neste momento no clube da Ucrânia.

Leia também:Rodriguinho confirma saída e se emociona ao se despedir do Corinthians Corinthians bate o pé por valor em negócio com Rodriguinho; dois motivos pesaram para liberação Corinthians joga mal e perde clássico no Morumbi

“Teve proposta pelo Mateus Vital e não aceitamos, teve duas pelo Rodriguinho e não aceitamos, mas chega uma hora que não dá para segurar. Vários clubes fizeram propostas pelo Vital, o Shakhtar é um, mas não aceitamos, e o jogador não quis ir”, afirmou o presidente Andrés Sanchez.

“Isso é mercado, idade, tempo de contrato, um monte de fatores. Eu quero vender pelo valor mais caro possível, mas nem sempre é como a gente quer. O Shakhtar investiu 8 milhões no Maycon, não está bom? Eu entendo o torcedor, mas agora só tinha uma proposta, e foi aceita, não tinha opção”, completou.

Desde que chegou ao clube em janeiro, Mateus Vital é um dos jogadores mais utilizados pelos treinadores do Corinthians (Carille e Loss) nesta temporada. Ao todo, o meia já atuou em 31 jogos e marcou um gol.

Veja mais em:
Mateus Vital, Andrés Sanchez e Mercado da bola.