Rondônia - 23 de outubro de 2018
Home / Notícias / Política / Bolsonaro defende vice após fala sobre ‘indolência’

Bolsonaro defende vice após fala sobre ‘indolência’

O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) relativizou nesta 3ª feira (7.ago.2018) falas de seu vice, general Hamilton Mourão, sobre índios e negros. O general da reserva disse na 2ª feira (6.ago) que o Brasil herdou indolência dos indígenas e malandragem dos negros.

“O que é indolência? Capacidade de perdoar. E malandragem? É esperteza. Me chamam de carioca malandro o tempo todo”, afirmou Bolsonaro.

As declarações de Mourão foram feitas durante evento no Rio Grande do Sul.

“Temos uma certa herança da indolência, que vem da cultura indígena. Eu sou indígena, minha gente. Meu pai é amazonense. E a malandragem, Edson Rosa (vereador), nada contra, mas a malandragem é oriunda do africano. Então, essa é o nosso cadinho cultural. Infelizmente, gostamos de mártires, líderes populistas e dos macunaímas”, disse Mourão.

Ele foi anunciado vice de Bolsonaro, no domingo (5.ago). Nesta 3ª feira, a assessoria de imprensa do general enviou esclarecimentos aos jornalistas sobre o episódio e novas aspas do vice de Bolsonaro. Leia:

“O contexto que coloco é da herança cultural, tendo como base estudiosos gabaritados da nossa nacionalidade. Esse contexto trouxe heranças positivas e negativas, sem distinção de cor e raça, para todos os brasileiros”.

Fonte:Poder 360