Rondônia - 19 de agosto de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Cássio fala do lance polêmico e avisa: ‘Não tem muito tempo para ficar choramingando’

Cássio fala do lance polêmico e avisa: ‘Não tem muito tempo para ficar choramingando’

2.8 mil
visualizações

22 comentários


Comunicar erro

Cássio explicou o lance e diz que não quis enganar a arbitragem

Cássio explicou o lance e diz que não quis enganar a arbitragem

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Cássio foi um dos protagonistas do Corinthians na Arena Condá. O goleiro participou diretamente do lance que resultou no primeiro gol da Chapecoense, que inclusive rendeu o cartão amarelo que o tirou do jogo contra o Grêmio no próximo final de semana.

Nos vestiários, o camisa 12 explicou o lance que, na sua percepção dentro de campo, não tinha sido infração – imagem da TV mostrou que a mão na bola foi fora da área.

“Honestamente achei que tinha pegado a bola dentro da área. Revendo os lances, eu honestamente caí. Não tem muita noção, você vai querer pegar a bola. Peço desculpas, não queria atrapalhar a questão da arbitragem. Eu, honestamente, achei que tinha pegado dentro da área”, afirmou Cássio, que completou:

“Algumas coisas das regras mudaram, para ser bem honesto, não sei se era para expulsão ou não. Acabei sendo suspenso, tomando o terceiro amarelo, e vou ficar fora da próxima partida, mas o Corinthians está bem servido de goleiro”, lembrou o camisa 12, que garantiu ainda que a bola teria pegado na barreira se todos tivessem pulado na hora da batida.

Leia também:Corinthiano Clayson acerta torcedora com água na Arena Condá e recebe críticasVital exalta início do Corinthians e ‘culpa’ falta de concentração por derrotaCom reservas, Corinthians perde pela primeira vez para a Chapecoense

Um dos líderes do elenco, Cássio fez questão de elogiar a equipe que atuou na Arena Condá. Além dele, apenas Gabriel e Clayson podem ser considerados titulares em campo diante da Chapecoense – outros foram preservados para quarta, no mesmo estádio, pela Copa do Brasil.

“(…) Jogamos praticamente com a equipe reserva, entraram jogadores que não atuavam há muito tempo: Marllon, Carlos, Mantuan, o pessoal da linha de defesa que não vinha jogando. Eles entraram e foram muito bem. O Léo (Santos) também, que tem feito o seu melhor. Acho que o mais dolorido é perder no último lance, isso machuca. Serve de aprendizado. Não tem muito tempo para ficar choramingando, quarta temos um jogo muito importante e vamos buscar a classificação”, avisou Cássio, lembrando a Copa do Brasil.

Veja mais em:
Cássio e Campeonato Brasileiro.