Rondônia - 25 de setembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Vasco da Gama / Conselheiros de diversos grupos políticos falam sobre a possibilidade de empréstimo pela diretoria

Conselheiros de diversos grupos políticos falam sobre a possibilidade de empréstimo pela diretoria

Expresso 1898‏ @expresso_1898
Diante da reunião desta sexta, que ocorre na Lagoa, sobre a possibilidade de empréstimo pela diretoria administrativa, buscamos ouvir a opinião de conselheiros dos mais diversos grupos políticos e trazer a vocês, leitores.

Carlos Fonseca (BNDES): “Minha opinião é a de que a Diretoria vem fazendo um bom trabalho após a reformulação e as notícias tem sido muito positivas. Houve também uma evolução no processo político com a correta condução do assunto empréstimo”. (+)

Carlos Fonseca (BNDES): “Destaque também para a importante abertura do diálogo com o Conselho Fiscal. Agora é esperar e ver a maturidade dos interlocutores políticos para essa nova fase”.

Leonardo Pacheco (Cruzada): “Assisti à apresentação da Diretoria Administrativa que convidou todos os conselheiros e, de forma bem didática e transparente, justificou o motivo da solicitação desse empréstimo. Entendo que essa aprovação é fundamental para o Vasco”. (+)

Leonardo Pacheco (Cruzada): “Independentemente de questões políticas, espero que os conselheiros amanhã votem com responsabilidade e, de preferência, que essa votação seja nominal”.

@vm_roma (Confraria): “A Confraria vai votar com a SempreVasco, como sempre fez até agora. Fazemos parte do grupo de oposição e vamos votar juntos”.

Mussa (Vascão Gigante) “Os 6 conselheiros do VASCÃO GIGANTE hoje vão ser contra… Até agora não apresentaram um documento para o conselho fiscal. Não nos passaram um balancete como estão sendo pagos, por exemplo, 32 milhões de outras despesas”.

Mussa (Vascão Gigante): “O papel da oposição é fiscalizar e cobrar a boa aplicação do dinheiro do Clube… São antigas práticas que não queremos repetir… Se abrirem as contas para a gente fiscalizar e nos permitir acompanhar a aplicação desse dinheiro, não teremos problema”.

Fonte: Twitter Expresso 1898‏