Rondônia - 18 de novembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Fagner entra no rol dos laterais que mais vestiram a camisa do Corinthians

Fagner entra no rol dos laterais que mais vestiram a camisa do Corinthians

6.6 mil
visualizações

64 comentários


Comunicar erro

Fagner e um dos seus quatro troféus erguidos no Corinthians

Fagner e um dos seus quatro troféus erguidos no Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A derrota do Corinthians para o Grêmio por 1 a 0, neste sábado, na Arena, pelo Brasileiro, foi simbólica para o lateral-direito Fagner. Escalado pelo técnico Osmar Loss, o camisa 23 passou a integrar a lista dos dez laterais com mais jogos na história do Timão.

Fagner chegou a 258 partidas pelo Corinthians, clube no qual iniciou a carreira e para onde retornaria em 2014, após passagens por PSV, da Holanda, Vasco e Wolfsburg, da Alemanha. O titular da lateral direita igualou ninguém menos que Alessandro Nunes, um dos mais vencedores atletas do Timão nos últimos anos e capitão responsável por erguer os troféus da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes de 2012.

Leia também: Pobre tecnicamente, Corinthians é derrotado pelo Grêmio no fim do primeiro turno

O top 10 dos laterais que mais vestiram o manto preto e branco tem o ídolo Wladimir como líder, com 805 jogos. Zé Maria, com 598 partidas, e Olavo, 506, ocupam a segunda e terceira colocações do ranking respectivamente – confira a lista mais abaixo.

Cria do terrão, Fagner vive no Corinthians o auge de sua carreira. Seu desempenho pela equipe paulista o credenciou a disputar uma Copa do Mundo (Rússia-2018) pela Seleção Brasileira, iniciando quatro dos cinco confrontos do time canarinho no Mundial – campanha teve fim nas quartas de final, em queda para a Bélgica.

O ala soma também sete gols, dois títulos estaduais (2017/18) e outros dois Brasileiros (2015 e 2018) pelo Timão. O contrato dele termina em dezembro de 2021. Ele já está entre os 50 que mais atuaram pelo clube na história.

Top 10 laterais que mais defenderam o Corinthians

  • Wladimir: 805 jogos
  • Zé Maria: 598
  • Olavo: 506
  • Idário: 469
  • Oreco: 409
  • Ari Clemente: 295
  • Munhoz: 271
  • Sylvinho: 269
  • Kleber: 260
  • Alessandro e Fagner: 258
  • Fonte: aplicativo Almanaque do Timão, do jornalista e historiador Celso Unzelte.

    Veja mais em:
    Fagner, Campeonato Brasileiro e Fatos marcantes.