Rondônia - 11 de dezembro de 2018
Home / Notícias / Esportes / Corinthians / Provável titular, Gabriel não vê duelo contra Internacional como ‘teste final’ para Copa do Brasil

Provável titular, Gabriel não vê duelo contra Internacional como ‘teste final’ para Copa do Brasil

1.4 mil
visualizações

23 comentários


Comunicar erro

Gabriel atuou na lateral direita diante do Sport, no último domingo

Gabriel atuou na lateral direita diante do Sport, no último domingo

Foto: Rodrigo Gazzanel/ Ag. Corinthians

O Corinthians decide na quarta-feira da semana que vem, diante do Flamengo, vaga às finais da Copa do Brasil de 2018. Antes, porém, a equipe de Jair Ventura se atém ao Internacional, oponente do próximo domingo, na Arena, pelo Campeonato Brasileiro. E tal embate está longe de ser encarado como “teste” pelo Timão.

Em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira, após a reapresentação do elenco ao CT Joaquim Grava, o volante Gabriel projetou a partida frente aos colorados. Na visão do camisa 5, que deve assumir a vaga de Ralf, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o Corinthians enxerga no confronto a chance de seguir subindo colocações na Série A – time está em oitavo, a nove pontos do G6.

“Será um grande jogo. Mas não podemos usar um jogo desse tamanho como teste, cada jogo é uma decisão, sabemos da responsabilidade de usar essa camisa, não tem como usar como parâmetro ou teste. Vai ser um jogo muito disputado, um jogo bem jogado. Na nossa Arena o campo é propício para um jogo de toque de bola, porque a bola corre rápido. Temos que pensar no Inter. Jair vai usar o que tem de melhor e depois pensar no Flamengo”, projetou Gabriel.

Leia também:Corinthians autoriza e Osmar Loss realizará estágio na EuropaMais de 500 passes, 70% de posse, poucas finalizações: os números da virada corinthiana na Arena

Contratado no início de 2017, Gabriel perdeu espaço na atual temporada, principalmente após o retorno de Ralf, hoje primeiro volante titular de Jair Ventura. Nos últimos jogos, foi utilizado na lateral direita em razão dos problemas musculares de Fagner e Mantuan. Sobre a iminente chance ante o Internacional, o meio-campista é sincero:

“Todo jogador quer jogar e precisa estar preparado para isso. Temos de estar focados para fazer um grande jogo contra o Internacional, ainda não sei como será o time, o pessoal que começou o jogo contra o Sport não veio a campo, amanhã e quinta teremos um esboço do time, mas cabe a nós trabalhar e ficar preparado para se jogar fazer o melhor e buscar a vitória. Vai ser bom esse jogo para uma retomada do ânimo também de cada um”, discorreu.

Com Jair Ventura no comando técnico, o Timão tem uma vitória, um empate e outra derrota. E embora a equipe de fato necessite subir na tabela do Brasileiro, o principal objetivo está direcionado à Copa do Brasil. Paulistas e cariocas empataram por 0 a 0 no Maracanã, e uma simples vitória garante o Corinthians nas finais do torneio mata-mata.

Para Gabriel, o elenco reúne condições de conquistar o objetivo: “Tivemos uma série de mudanças ao longo do ano, a equipe vem de uma oscilação grande, jogo bom, jogo ruim, jogo regular. Não conseguimos manter um nível de atuação para consolidar uma equipe e cravar a equipe. Está nesse processo de mudanças, claro que incomoda essa situação. Vamos buscar melhorar para o Jair ter essa semana de trabalho, montar uma equipe e ter uma base para o final do ano”, acrescentou Gabriel.

“Falta pouco para acabar, mas esse pouco pode ser traiçoeiro, tem muita coisa para rolar. Temos que fazer o Corinthians melhorar na tabela”, completou.

A temporada de Gabriel em números

  • Jogos disputados: 50
  • Aproveitamento: 50,0%
  • Vitórias: 21
  • Empates: 12
  • Derrotas: 17
  • Gols do Gabriel: 2
  • Cartões amarelos: 12
  • Cartão vermelho: 1

Veja mais em:
Gabriel, Ralf, Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.